F

Acabou de sair

 https://livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br/2018/02/resenha-sonata-em-auschwitz-de-luize.html  https://livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br/2018/02/sorteio-folia-literaria-2018.html  https://livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br/2018/01/resenha-antes-da-tempestade-de-dinah.html

O que você procura?

23 janeiro 2018

Resenha | Muito além do inverno, de Isabel Allende

Título: Muito além do inverno
Autora: Isabel Allende
Editora: Bertrand Brasil
Gênero: Romance
Páginas: 294
Ano: 2017
Skoob

(Cortesia da editora)

Sinopse: Um romance que reflete sobre importantes questões da humanidade, com paixão, humor e sabedoria. Da mesma autora do best-seller A casa dos espíritos. Tudo começa com um leve acidente de trânsito — que se transforma no catalisador de uma inesperada e tocante história de amor entre duas pessoas que acreditavam estar no inverno de sua vida. Em meio a uma nevasca no Brooklyn, aos 60 anos, Richard Bowmaster, um professor universitário, bate na traseira do carro de Evelyn Ortega, uma jovem imigrante ilegal da Guatemala. O que a princípio parecia apenas um pequeno incidente toma um rumo imprevisto e muito mais sério quando Evelyn aparece na casa do professor em busca de ajuda. Confuso com a situação e sem entender o espanhol falado pela jovem, ele pede ajuda a sua inquilina, Lucía Maraz, uma chilena de 62 anos, que está passando uma temporada nos Estados Unidos como palestrante na mesma universidade em que Richard dá aula. Juntas, essas pessoas tão diferentes embarcam em uma dramática e incrível aventura, que vai do Brooklyn do presente à Guatemela de um passado recente, do Chile dos anos 1970 ao Brasil dos anos 1980, e na qual descobrem sua força interior. Para Lucía e Richard, além de tudo, significa uma nova chance para o amor.


A autora Isabel Allende é bastante conhecia por seu primeiro romance, A casa dos espíritos, e até então ainda não tinha lido nenhuma obra dela. Muito além do inverno, publicado pela Bertrand Brasil é meu primeiro contato com a escrita da autora, e confesso que esperava mais, apesar de ter gostado muito da obra.

A história se passa no Brooklyn, onde temos três personagens principais: Evelyn, uma imigrante ilegal da Guatemala; Richard, um professor universitário de 60 anos e Lucía, uma chilena de 62 anos que está trabalhando por uns tempos na universidade de Richard. Em meio a uma nevasca Richard bate o carro na traseira do carro de Evelyn, que fica muito nervosa e vai embora do local. Richard ainda não sabe, mas após essa batida, sua vida vai mudar quando a moça o procurar mais tarde pedindo ajuda. Sem saber o que fazer com ela, ele pede ajuda à Lucia, que é sua inquilina. E é a partir daí que essas três pessoas tão diferentes irão embarcar em uma difícil aventura.

"Dizia que só os seres humanos viviam concentrados em si mesmos, escravos de seu ego, observando-se, na defensiva, mesmo quando não estavam sendo ameaçados por nenhum perigo." (p. 130)


A primeira coisa que você percebe no livro é o quanto a autora explora seus personagens. Adoro livros onde os protagonistas são bastante aprofundados. Para mim isso é um ponto positivo, mas que nesse livro foi trabalhado em demasia. O leitor pode acompanhar aqui o passado de todos os três personagens, seus anseios, suas lutas e dúvidas. Isso nos ajuda a entender cada um deles. Porém, apesar da escrita ser maravilhosa e envolvente, o excesso dessas descrições tornaram a leitura mais lenta em muitas passagens, e pode até tirar o interesse de alguns leitores em avançarem as páginas.

Em contrapartida, esse aprofundamento do passado dos personagens nos leva a uma realidade talvez pouco conhecida, ou quem sabe ignorada por nós. A história de Evelyn, por exemplo, é bastante comovente e trás a difícil situação dos imigrantes ilegais nos EUA. Sua vida na Guatemala foi extremamente difícil, não apenas pela pobreza que passou, mas pela violência que presenciou e viveu com sua família por causa do crime no país. Lucía e Richard também possuem seus passados dolorosos.

O que mais gostei no livro foi o tempo presente, onde os três vivem uma pequena aventura que põe em risco a liberdade de ambos. Além disso, a todo um envolvimento que já existia sutilmente na vida de Lucía e Richard, e toma força depois desses acontecimentos. Adoro protagonistas idosos e suas descobertas com o amor! O problema é que tudo isso ocupou a menor parte do livro, já que o passado deles foi a parte mais explorada.

Muito além do inverno, é um livro bom e que explora muitas questões políticas da Guatemala e Chile, a dificuldade que os refugiados encontram nos EUA e até o Brasil nos anos 1980. O desfecho vale a pena e o título faz todo sentido! Apesar das ressalvas que fiz, vou ler com certeza outras obras da autora, até porque ouvi dizer que essa não é a melhor dela, e que seus demais livros são maravilhosos.

Compre aqui: Amazon 





Nenhum comentário:

Postar um comentário