F

19 junho 2017

Resenha | Amor à moda antiga

Título: Amor à moda antiga
Autor: Fabrício Carpinejar
Editora: Belas Letras
Gênero: Poemas
Páginas: 104
Ano: 2016
Skoob

(Cortesia da editora)

Sinopse: Em seu aniversário de 43 anos, Fabrício Carpinejar ganhou de presente uma velha máquina de escrever Olivetti Lettera 82 verde-esmeralda. Desde esse dia, ele se dedica a escrever nela poemas de amor e a guardá-los como um inventário de seus sentimentos e emoções ao longo de sua carreira. Pela primeira vez, a Belas-Letras publica esses poemas exatamente como os originais foram enviados à editora, em maços de papel despachados pelos Correios, sem nenhum tipo de correção ortográfica, edição ou retoques, inclusive com as próprias anotações à mão feitas pelo próprio Carpinejar. Todos os textos de Amor à Moda Antiga (inclusive este) foram originalmente escritos em máquina de escrever. O resultado é um livro orgânico, singelo e apaixonadamente imperfeito, exatamente como o amor é. 


Gosto muito dos livros do Carpinejar, mas até então só havia lido suas crônicas. Amor à moda antiga, da Editora Belas-Letras traz inúmeros poemas escritos pelo autor em uma velha máquina de escrever que ganhou de aniversário.


O interessante do livro é que intencionalmente os textos estão exatamente como Carpinejar entregou para a Editora, sem revisão ou qualquer outro tratamento. Até mesmo as correções feitas à mão por Carpinejar estão presentes nessas páginas. Eu adoro isso! Ainda mais se tratando de poemas, de palavras sobre o amor. Isso torna tudo mais verdadeiro e belo. 


Nesse livro seus poemas falam de amor e emoções. São bem poucos, mas gostosos de ler. A maioria possui apenas algumas linhas, portanto, a leitura é bem rápida. Apesar de terminarmos o livro em menos de uma hora, é possível você desejar relê-lo quando quiser. Adoro ter esse tipo de livro na estante! 

O que torna a leitura ainda mais comoda é o trabalho gráfico da Editora. Gente, estamos falando da Belas-Letras, né? Como você acha que esse livro é? Lindo! A começar pela capa dupla, que na verdade é totalmente branca, mas tem esse acabamento por cima. Todas as páginas que não estão escritas são de um tom de verde claro. Morrendo de amores por essa diagramação!


Não há muito o que descrever do livro, pois será necessário que você desfrute das emoções de Carpinejar em forma de poemas. Alguns você pode até se identificar, outros não compreender. Faz parte da natureza dos poemas. Mas uma coisa é certa: se você já aprecia os livros do autor, precisa ter esse na estante.

Compare e compre: Buscapé








Gostou do livro? Comprando o livro através dos links dessa postagem você contribui com o Livros, vamos devorá-los.

14 comentários:

  1. O livro é lindo! A capa uma coisa fofa!
    Não conhecia o autor. Infelizmente não leio poemas. Não gosto ou não entendo. Ainda não sei identificar qual o problema em mim. Talvez não tenha ainda o espirito tão evoluído.. rs.
    Mas mesmo assim, vou anotar a dica. Quem sabe um dia?! rs
    beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Não acompanho o trabalho do Capinejar e não tenho vontade apesar das boas recomendações.
    Este livro acho lindo e adoro o fato de terem usado os escritos em máquina de escrever para compor o livro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Confesso que não tenho costume de ler livros de poemas, mas achei a capa extremamente fofa e delicada. Pelas suas fotos da para perceber pq você ficou tão apaixonada pela diagramação!!
    bjs!!

    ResponderExcluir
  4. Olá! Achei essa capa linda demais! Gosto de poemas e achei legal deixarem a texto original, dá uma charme a mais no livro. Fiquei curiosa para ler, beijos!

    ResponderExcluir
  5. Que livro lindoo! Adoro poesias e fiquei encantada com essa edição!Eu nunca li nada do autor, mas achei muito legal a editora ter mantido exatamente como ele entregou, e me deixou bastante curiosa para conhecer a sua escrita. Ótima resenha, obrigada pela dica. Bjss!

    ResponderExcluir
  6. Olá, do autor até então eu só li crônicas, não sabia que esse livro trazia seus poemas. E essa edição parece realmente estar muito bonita e caprichada, cheia de detalhes.

    ResponderExcluir
  7. Oieee!
    Nao gosto de ler livros de poemas, não é meu estilo. Sua resenha ficou linda e vou indicar o livros para as amigas que curtem esse gênero de leitura!
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  8. Uau! Ainda não conhecia esse livro do autor! Mas finalizei a leitura de "Me ajude a chorar" completamente apaixonada por suas crônicas e agora estou mega curiosa pela leitura de suas poesias. Achei linda essa capa dupla, a Ed. Belas Artes normalmente arrasa na diagramação e dessa vez parece não ter sido diferente!
    Lindo, vou procurar para ler.
    Beijos!
    Karla Samira
    https://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Heiii, tudo bem?
    Eu to apaixonada com essa edição!
    Que livro mais lindo! Ainda nao conhecia esse livro "Amor à moda antiga" e fiquei bem encantada.
    Vou com certeza ler, nao tem como nao amar a escrita do Carpinejar.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  10. Oi!!


    O livro é lindo! Cada detalhe é maravilhosamente bem cuidado e isso pq estou vendo as suas fotos!! Imagina em mãos! Adoro poemas e o design me conquistou, quero muito essa obra. Obrigada!

    ResponderExcluir
  11. Eu já li as crônicas do Carpinejar e alguns textos avulsos. Não me recordo de ter lido poemas, mas estou completamente apaixonada pelo conceito deste livro. Eu tenho uma máquina de escrever que é um xodó afetivo. Então entendo a relação do autor na criação de "Amor à moda antiga" e isso me emocionou. Obrigada pela dica! Abraços!

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Sempre ouço elogios sobre os livros do Carpinejar mas nunca tive a oportunidade de ler. Nossa que trabalho diferenciado esse da questão da revisão e da tiragem sair do jeito que o autor mandou. É bem interessante. Adorei!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Pense numa pessoa que quer muito ler esse livro... EU!
    Desde a primeira resenha que leio sobre a obra tenho vontade de ler, mas ainda não tive oportunidade. Já vi inumeras entrevistas com o autor pela internet e isso só aguça ainda mais a minha vontade de conhecer mais o seu trabalho. O livro realmente parece ser um encanto...

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  14. Oi!!
    Eu não costumo ler livros de poemas, mas tenho muita vontade de ler algo desse autor.
    A diagramação do livro é de encher os olhos, vou anotar o nome dele e procurar, parece ter poemas muito interessantes.
    Beijão!

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!