F

09 maio 2017

Série 13 Reasons why | Desabafo + curiosidades + expectativas para 2ª temporada




Sobre a série: 

Uma caixa de sapatos é enviada para Clay (Dylan Minnette) por Hannah (Katheriine Langford), sua amiga e paixão platônica secreta de escola. O jovem se surpreende ao ver o remetente, pois Hannah acabara de se suicidar. Dentro da caixa, há várias fitas cassete, onde a jovem lista os 13 motivos que a levaram a interromper sua vida - além de instruções para elas serem passadas entre os demais envolvidos.





Desabafo


Antes de qualquer coisa sou uma leitora que amou o livro Os 13 porquês e ficou entusiasmada para assistir a adaptação. Li o livro e na época posso dizer que ele mudou muito minha visão sobre o bullying. Me fez questionar que muitas vezes julgamos, mas não sabemos o que passa na cabeça do outro. Tudo bem, mas isso vocês devem ter escutado e muito por aí, depois do lançamento da série na Netflix. Porém, existe toda uma polêmica em torno da série. Afinal, se por um lado, leitores/telespectadores como eu, tiraram algo de importante da estória, ela pode ser agressiva e incentivadora para outros.

O que mais ouvi foi: "Sério que a Hannah se matou por isso?". Normal. Eu também pensei isso quando li o livro, ainda no início. Isso até a leitura avançar e nos depararmos com a avalanche de coisas que acontecem com ela. Uma série de coisas que se conectam, e que perturbam a cabeça adolescente da Hannah. O que as pessoas podem não entender, é que quando jovens nós vemos o mundo de forma diferente, e pequenas coisas para alguns podem ser enormes para outros, pois cada um lida com determinada situação ao seu modo. Eu tenho vinte e nove anos e tenho uma visão da estória. Uma garota de dezesseis pode ter outra. Vim de uma época em que a palavra bullying sequer era falada! Todos no colégio tínhamos apelidos e lidávamos muito bem, obrigada, com tudo isso. Mas, infelizmente a geração mudou, as piadas ficaram mais agressivas e as pessoas ainda mais sensíveis. 

O que estou tentando dizer é: sou absolutamente contra o suicídio! E a favor da vida SEMPRE! Não há nenhum problema nessa vida que não possa ser resolvido ou ao menos cicatrizado com o tempo. E digo mais: jamais me mataria pelos motivos da Hannah, alias, por nada! Mas não julguem alguém quando esse estiver passando por um problema que para você pareça insignificante, pois para ele pode ser o seu mundo. Nossas emoções são diferentes, nossas maneiras de pensar e sentir mais ainda. Então hoje, mais do que nunca, é muito importante que sejamos pessoas melhores umas com as outras, sem julgamentos pelos problemas do outro e principalmente estarmos de mãos estendidas para ajudar.  

Não sou psicóloga nem especialista em assuntos relacionados ao bullying, e por não saber como é sua vida no momento, não direi: assista ou não. Porque depois de ver a opinião de tantas pessoas, inclusive de especialistas, acho que não sou a melhor pessoa para recomendar a série. Ainda mais concordando que a série tem lá seus erros. Mas independente disso, a mensagem da série foi dada e se for assistir tome como um aprendizado para não repetir os erros dos personagens.



Curiosidades




  • A inspiração do autor para escrever o livro veio de um familiar qu tentou cometer suicídio. A ideia das gravações em fita partiu de uma visita sua a Las Vegas, de um guia cujo formato era em gravações.

  • A Netflix produziu também um documentário, intitulado 13 Reasons Why: Tentando entender os Porquês, em que os atores e produtores falam sobre o tema da série, o impacto dela em cada um e as decisões tomadas na abordagem da história. Fonte

  • O ator Henry Zaga, que aparece a partir do sexto episódio, é brasileiro e também já participou de Teen Wolf (2011).

  • A série começou a ser gravada em um colégio que se chama Northern California’s Analy High School, mas eles precisaram recriar um cenário igualzinho ao da escola quando as aulas começaram e as gravações ainda não haviam terminado. Fonte

  • O ator Dylan Minnette, interprete de Clay Jensen, apesar de uma ótima carreira de mais de 7 anos trabalhando como ator, ele também é guitarrista de uma banda, chamada The Narwhals.

  • Katherine Langford, a atriz que interpreta a Hannah, é australiana e esse é o primeiro grande papel de sua carreira!

  • Para aliviar a tensão nas gravações da série, com temas tão difíceis, eles precisavam fazer terapia com cachorros no set de filmagens.



2ª temporada


Nesse domingo (7 de maio) a Netflix confirmou que 13 Reasons why terá sim uma segunda temporada (também, né, gente, do jeito que acabou!). Jay Asher, autor do livro que originou a adaptação, escreveu um livro único, portanto, não há maiores informações sobre o enredo. Mas a previsão para a série ir ao ar é em 2018!

O autor do livro tem suas expectativas para a continuação: "Também estou curioso. O que acontece com Clay? Como as pessoas reagem ao que Alex fez no final? O que vai acontecer com o senhor Porter?", disse o escritor à revista "Entertainment Weekly".

Eu gostaria de ver o que acontece com muitos personagens, especialmente com os pais da Hannah, mas principalmente com Bryce (quem já assistiu vai entender). Porque fica até feio para toda a produção se nada acontecer. E o Alex? Nossa! Uma segunda temporada com certeza é preciso!






"Precisamos melhorar o jeito com que tratamos um ao outro!" Clay







Fotos: © Beth Dubber/Netflix

14 comentários:

  1. Oi Letícia.
    Terminei essa série a pouco tempo e não li o livro. Foi uma experiência chocante, com toda certeza. É um tema pesado, mas que precisa ser discutido, precisa ser levado para cada casa, para todas as salas de aula. Pra mim, o melhor da série foi o documentário Tentando entender os porquês. Lá eles falam bastante sobre o que acontece na cabeça de um adolescente, que ainda não tem nem todo seu cérebro formado e, por isso, sentimos que tudo é eterno.
    Também fico perdida quanto a recomendar ou não a série, mas enfim.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lary
      Muito forte a série, né? Quando puder leia o livro, até para ter uma melhor visão de muitas coisas.
      Eu fiquei sabendo desse documentário a pouco tempo e irei procurar para assistir. Obrigada pela dica e visita!
      Beijos

      Excluir
  2. Como você, a leitura do livro me fez bem e me abriu os olhos em relação a muita coisa. Aguardei a série e tirando a enrolação, porque eu acho que a serie teve uma "barriga" no meio, eu gostei e achei um alinda produção. O que questiono um pouco é que a serie em si, não traz esperança, não traz uma lição de que a vida de fato continua e isso me incomodou bastante. Mas entendi bem os seus argumento e compartilho deles.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Acredito que a segunda temporada será dedicada a explicar o que o livro e a série deixaram em aberto. E até mesmo explorar a questão do acesso a armas que é muito comum nos EUA.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Não li o livro. Comecei a assistir a série de tanto que falaram dela (tanto bem, quanto mal). Ainda não terminei, mas confesso que fiquei péssima em vários episódios. Ainda não terminei a série, mas gostei que vai ter a segunda temporada. Vamos ver como vai ser.

    Beijos
    Laneh Martins
    http://livrosetalgroup.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Eu tenho sentimentos contraditórios tanto com o livro quando com a série.
    Li o livro quando foi lançado e para mim não cumpriu muito bem o que se propôs a fazer. Ele alerta e tudo mais e por isso é mais fácil agradar o público juvenil, mas falha como isso é intrínseco e principalmente tratamentos e soluções para os mais diversos problemas que são mais bem posicionados na série, porém só em uma segunda temporada é que se atentaram a necessidade de colocar o perfil de Hannah, já que a mesma não era depressiva até chegar na nova escola, mas tornou-se depressiva e todos os outros que também tem perfis de jovens com problemas de comportamentos e vítimas de outros problemas sociais.

    Como alerta é perfeito, mas como leitura aprofundada e crítica cinematográfica é falho.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Eu achei o livro péssimo e desrespeitoso especialmente com o outro lado, tenho uma história pessoal com o tema, e eu realmente achei o livro muito superficial, por isso não tive a mínima vontade de ver a série.

    ResponderExcluir
  7. Eu não consegui assistir a essa série toda, achei pesada demais e estava me fazendo mal. Não sei como as pessoas conseguem ver tudo... Haja força.
    Não li o livro. Acho o tema mega importante, mas acho que nem leria no momento...

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, eu já li o livro mas ainda não tive a oportunidade de ver a série. Acho que a grande mensagem que fica com o livro é realmente essa de querer ser uma pessoa melhor, de pensar sobre a forma como tratamos os outros. Legal essas curiosidades, não sabia que tinha um ator brasileiro no elenco. E o que será que acontecerá na segunda temporada???

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Li o livro é, sinceramente? A Hannah é insuportável, não vi todo esse hype que todos vêem. Enfim, não tenho vontade de ver a série, porém, como instrumento de conscientização, tanto o livro quanto a série são ok.

    ResponderExcluir
  10. Oiii!

    O que mais me incomoda nessa série é o numero de especialistas que surgiram por causa dela. Ninguém entende o outro lado. Ninguém pratica a empatia em relacão ao próximo, mas amam julgar como se soubessem de tudo. Isso me deixa muuuuuuuito irritada ghahahah.
    Gostei de ver seu desabafo e as curiosidades da série!

    Beijinhso,

    ResponderExcluir
  11. Olá Letícia,
    Li esse livro, mas ainda não assisti a série. Acho que essa história pode fazer mal para aqueles que sofrem de depressão, mas, também, faz o leitor e telespectador pensar em como fazer mal para os outros.
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  12. Oi!!
    Realmente essa série causou muitos comentários, mas o que mais me intriga é que o suicídio entre jovens acontece há muito tempo e parece que muitas pessoas só foram perceber isso agora, a coisa virou um mimimi sem tamanho.
    Eu estou ansiosa para ver o que vai acontecer na próxima temporada.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  13. Olá! Eu vi primeiro a série para ler o livro depois, confesso que o seriado tem uma pegada mais forte e impactante. Estou na expectativa para segunda temporada, pois ficaram muitas lacunas e questões em aberto na primeira temporada.

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!