F

23 março 2016

Resenha - Holy Cow, uma fábula animal

Título: Holy Cow - Uma fábula animal
Autor: David Duchovny
Editora: Record
Gênero: Humor/Comédia
Páginas: 208
Ano: 2016
Skoob

(cortesia da editora)

Sinopse: Uma aventura irreverente e itinerante com muita personalidade, e uma heroína quadrúpede que você não vai esquecer tão cedo. Elsie Bovary é uma vaca muito feliz em sua bovinidade. Até o dia que resolve sair sorrateiramente do pasto e se vê atraída pela casa da fazenda. Através da janela, observa a família do fazendeiro reunida em volta de um deus Caixa luminoso – e o que o deus Caixa revela sobre algo chamado “fazenda industrial” deixa Elsie e tudo o que ela sabia sobre seu mundo de pernas para o ar. A única saída? Fugir para um mundo melhor e mais seguro. Assim, um grupo para lá de heterogêneo é formado: Elsie; Shalom, um porco rabugento que acaba de se converter ao judaísmo; e Tom, um peru tranquilão que não sabe voar, mas que com o bico consegue usar um iPhone como ninguém. Munidos de passaportes falsos e disfarçados de seres humanos, eles fogem da fazenda e é aí que a aventura deles alça voo – literalmente. Elsie é uma narradora marrenta e espirituosa; Tom dá conselhos psiquiátricos com um sotaque alemão um tanto forçado; e Shalom, sem querer, acaba unindo israelenses e palestinos. As criaturas carismáticas de David Duchovny indicam o caminho para um entendimento e uma aceitação mútuos dos quais esse planeta tanto precisa.


Ao ver os inúmeros elogios que esse livro vinha recebendo, principalmente por conta do humor que existe nele, minha curiosidade em ler a obra foi instantânea.  Agora imaginem minha felicidade quando esse livro chegou em casa! A capa e sinopse, por si só, já são suficientes para imaginar as risadas que o livro pode proporcionar, afinal, Elsie é uma vaca que fala. 

Holy Cow é uma publicação da Editora Record e conta a história de Elsie, ou melhor, Elsie Bovary, uma vaca que fala, e conta sua própria história. Nossa protagonista vivia feliz em uma fazenda simples com todos os animais criados ali. Sua rotina era a mesma diariamente e, a não ser quando os humanos a ordenhavam, sua vida era tranquila e perfeita no pasto. Um dia, Elsie e sua amiga Mallory, resolvem se arriscar para fora da cerca a fim de "bater um papo" com os touros (gente, essa parte é muito engraçada). Enquanto Mallory "se empolga" com os touros, Elsie resolve espiar pela janela da casa dos fazendeiros e leva um tremendo susto: tudo aquilo em que acreditava desmorra e, ela descobre qual é seu verdadeiro destino quando vê através de um "deus caixa" a reportagem sobre uma fazenda industrial. Como poderia Elsie seguir com sua vida tranquila no pasto depois disso? É com esse pensamento que ela embarcará em uma tremenda aventura juntamente com Shalom, um porco judeu (imagine!) e Tom, um peru que tem um Iphone (pois é!). 


A narrativa é extremamente envolvente e divertida. É impossível não rir, pelo menos um pouquinho, nas páginas iniciais quando Elsie descreve sua vida, suas pequenas descobertas e suas dúvidas. O fato de ela falar diretamente com nós, leitores, torna a leitura ainda mais viciante. A escrita é totalmente descontraída para facilitar a leitura e nos aproximar ainda mais da personagem.  O único ponto negativo que gostaria de citar é a presença de frases na língua estrangeira que me confundiram na hora da leitura, e acredito poderiam estar traduzidas no final da página. 

Se o ponto alto do livro é essa narrativa cômica, temos ainda uma série de reflexões em que Elsie, na maioria das vezes, usa toda sua ironia. O que mais mexeu comigo foi a crítica de Elsie aos seres humanos que se alimentam de carne, principalmente nesse momento que estou tentando virar vegetariana. Ela não nos induzirá a parar de comer carne, mas levantará questões que nos fará pensar que muitas coisas realmente não fazem sentido, e como de fato somos uma espécie esquisita. Além disso, em sua grande aventura fora da fazenda, iremos refletir muito sobre as guerras e conflitos que existem entre as religiões ao longo do mundo e até como isso pode afetar os animais.


Somado a todos os pontos positivos do enredo, o trabalho gráfico da editora também está ótimo. Apesar das folhas serem brancas, a leitura flui tão rápido que quando você vê, já terminou o livro. Além disso, a fonte está em tamanho ideal e a revisão sem nenhum erro aparente. As ilustrações são fofas e igualmente cômicas - adorei cada uma delas. A capa e contra capa são lindas e também me agradaram.

"E tem mais: eles acham cocô um negócio muito engraçado. Tipo, está em todas as piadas que contam. Cara, eu não entendo, é só cocô." (p. 24)

Em linhas gerais, Holy Cow é um livro extremamente divertido, que proporcionará ao leitor momentos de reflexão. As críticas e intensas doses de ironia de uma vaca, um porco e um peru, vão arrancar algumas risadas do leitor, disso não tenho dúvidas. Engana-se quem pensa que esse livro é somente para crianças, longe disso, essa obra é para todas as idades. Apesar de todas as divagações que o livro apresenta, já que muitas coisas são inverossímeis, eu amei o livro e recomendo. Se você gosta de leituras divertidas e que te fazem pensar sobre nossa própria espécie, esse livro é para você!




33 comentários:

  1. Ah! Estou com Holy Cow na fila aqui! Mega vontade de ler! :D Livros divertidos arrasam, né? :D
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Estou a tentar visitar todos os seguidores do Peregrino E Servo, pois por uma acção do google meu perfil sumiu e estava a seguir o seu blog sem foto e agora tive de voltar a seguir, com outra foto. Aproveito para deixar um fraterno abraço.
    António Jesus Batalha.

    ResponderExcluir
  3. Segunda resenha que leio sobre esse livro somente hoje. Quero comprar, mas estou meia assim, sabe? Porém acho que vou gostar bastante!

    ResponderExcluir
  4. Olar ! adorei o seu blog , estou seguindo :) se puder me segue também e me fala o que achou do meu ! bjs

    http://alivepineapple.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Gostei do livro e dos desenhos, tão fofos que da vontade de apertar. Mas estou com um pé atrás, sei lá, não me imagino lendo um livro com uma vaca, um porco e um peru que usa um IPHONE, gente, nem eu tenho um, q isso? haha, mas pra que ele tem um iphone? Chocada.
    Já imaginava que o que ela viria seria algo relacionado ao fato de nós comermos carne, achei estranho de ela "aceitar" isso, não de aceitaaar, mas de tipo, ela não quer que paramos de comer carne dela? Quer dizer, da espécie delas, comer carne de vaca? Não sei se o que falei faz sentido, mas... haha.
    Mas supeeer amei a capa do livro e as ilustrações, além de poder ser um ótimo livro no qual muitaaaas crianças irão amar.

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    esse é o livro que tem a vaquinha na capa! Já vi muitas resenhas, parece ser um bom livro, além de ser maneiro, ao menos a capa, um dia vou ler. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  7. Então, tinha começado a ler, mas me desanimei um pouco, vou terminar Nunca Jamais e tentar voltar pra ele.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  8. Eu sou completamente apaixonada pelo David Duchovny. Meu eterno crush como Mulder.Quando fiquei sabendo do lançamento desse livro, corri e comprei na pré-venda. E que surpresa boa. Eu gostei demais do livro. Espero que seja apenas o primeiro dele.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  9. Já ri assim que vi essa capa! Já começa o humor por aí, né? E acho ótimo um livro de humor que coloca também questões para refletir! Sem dúvidas contribui muito para quem não consegue ler coisas sérias!

    Beijos,
    Déia
    Own Mine

    ResponderExcluir
  10. Olá, Letícia.
    Gostei bastante da sua resenha e concordo plenamente com ela. Aliás, postei a minha resenha hoje e concordamos em tudo, até na nota. haha
    Elsie é uma protagonista bem engraçada; e o fato de fazer a crítica através do humor e da ironia torna tudo mais envolvente.
    Ótima resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de reinauguração. Serão quatro vencedores

    ResponderExcluir
  11. Já vi alguns comentários sobre esse livro, mas não tão afundo quanto na sua resenha. Confesso que antes pensava que era apenas um livrinho bobo, mas sua resenha me deixou extremamente curiosa para conhecer mais Elsie.
    Beijos

    http://blog-myselfhere.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Oiii, tudo bem?
    Eu sou louca para ler este livro, durante a sua resenha pude dar pelas risadas e me apaixonar completamente pela história. A parte que mais me interessou foi que achei bem divertido essa obra, ou seja, já vai para a minha listinha hahaha
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Oie
    eu recebi o livro e espero poder ler mais para frente, por agora não sei bem se tenho vontade, recebi o livro aqui mas não faz meu tipo de leitura, mesmo assim, boa resenha e que bom que curtiu tanto

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Toda vez que leio resenhas desse livro não deixo de fazer um link com o filme A fuga das galinhas. Sei que tem pontos diferentes, mas por ser uma fábula e ter essa questão de querer outra vida.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. A minha primeira curiosidade sobre esse livro foi o autor! Hahaha. Eu adorava Arquivo X e imaginar um livro daquele agente tão bacana me encantou a princípio. Mas confesso que não pretendo ler a obra não... Não parece ser para mim. Fico feliz por ter uma narrativa humorada e render um bom entretenimento, e até reflexões importantes, mas não acho que vá gostar dessa leitura, infelizmente.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. O livro parece ser muito fofo, mas ele não faz o meu tipo de leitura por isso não vai entrar na minha lista, mas parabéns pela resenha ficou bem lega.


    Blog
    Blog Miih e o Mundo Literário

    ResponderExcluir
  17. já li algumas resenhas do livro e gostei muito, me interessei principalmente por ser um livro divertido e bem crítico, pelo jeito.

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Eu quero muito esse livro, eu já vi muitas resenhas positivas sobre ele, e a minha curiosidade só aumenta. Ainda mais por se tratar de críticas da nossa sociedade, e ainda mais tendo irônia.
    Adorei a resenha *-*

    ResponderExcluir
  20. Oi. Eu recebi esse livro também lá para o Poesia na alma, a leitura não funcionou muito comigo, achei alguns momentos um pouco forçados.

    ResponderExcluir
  21. Amo livros de comédia, no inicio não dei muita atenção, mas lendo a resenha achei legal, diferente e alegre. Com certeza tentarei comprar esse livro.

    ResponderExcluir
  22. Boa a sua resenha e tudo, mas acho que não leria esse livro não, acho que vou me aborrecer mas do que me divertir....alguns questionamentos são meio bizarros, mas enfim....
    bjs

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Eu já li uma resenha sobre esse livro e fiquei bem animada, porque adoro histórias divertidas e engraçadas, além disso essa parece ter várias mensagens para se refletir e nada melhor que uma leitura assim, né?

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  24. Ainda não tinha visto nada sobre esse livro e me surpreendi pela temática, já que um tema aparentemente simples traz muitas reflexões importantes para a nossa vida. É um livro interessante que eu adoraria ler e a edição parece super caprichada. Adorei!
    Beijos.

    www.nemteconto.org

    ResponderExcluir
  25. Não são todos os livros de humor que me agradam, prefiro os romances no estilo chicklits.
    Já vi muito esse livro pela blogsfera mas até agora não tive interesse em ler. Porém achei bem interessante essa crítica que o autor faz aos hábitos alimentares dos seres humanos e essa narrativa pela ótica da vaca, do porco e do Peru deve com certeza fazer o leitor parar e refletir sobre essa realidade.
    Que bom que vc gostou da leitura. Foi ótimo acompanhar suas impressões!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  26. Olá, Letícia!
    Ainda não tinha ouvido falar no livro e sua resenha foi bastante esclarecedora! Adorei as fotos super criativas que você tirou, valorizando a capa e mostrando ao leitor como são as ilustrações (bom trabalho gráfico da editora, heim!?).
    Quando ao tema, achei bem diferente que o livro seja narrado por uma vaca que fala, mas imagino que todo o humor da história não fique apenas por conta dela, já que também temos um peru que tem um Iphone! Já fiquei rindo só de imaginar!
    Vou procurar saber mais sobre o livro, que apesar do humor, trata de temas bastante importantes, como as guerras entre religiões e o consumismo no mundo de hoje, além é claro, da polêmica sobre o consumo de carne.
    Valeu a dica!

    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Eu não consegui gostar desse livro, infelizmente. Achei a narrativa cansativa, a história demora para se desenvolver, não sei... não foi uma leitura que me agradou.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  28. eu queria muito ler, uma amiga minha gostou bastante... e como curto o trabalho de Duchovny como ator, queria conhecer seu lado escritor tbm hehhe
    a edição tá bem linda *--*
    acho interessante esse humor que levanta questões importantes numa leitura...
    bjs...

    ResponderExcluir
  29. Esse livro é muito engraçadinho huahuahua. Dei boas risadas. Claro que você precisa ter em mente que é uma fábula e que coisas surreais, como uma vaca pegando um avião, acontecem naturalmente =P. Mas eu curti bastante

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  30. oi Letícia,
    esse livro parece ser muito divertido mesmo, e fiquei curiosa com a tal cena divertida com o touro, kkkk. Gosto de obras assim, leves, divertidas, mas que nos fazem pensar. E a diagramação perece ser ótima mesmo
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Oi Leh tudo bem, eu gostei muito desse livro, uma leitura despretensiosa, sem muito complicação, a ideia foi interessante.Bjkas

    ResponderExcluir
  32. Oie, tudo bom?
    Foram as resenhas que me fizeram prestar atenção nesse livro. Acho interessante que a narração seja feita por um animal e que tenha essa pegada reflexiva. Espero ter a oportunidade de conhecer essa história em breve.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Ain, eu recebi esse livro da editora e a princípio fiquei bem animada, mas no decorrer da leitura eu me decepcionei. Achei mal escrito, mal planejado e mal executado no geral. Para mim o livro poderia ter metade do tamanho, além de ter achado que todo o discurso ficou bem forçado.

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!