F

01 dezembro 2015

Resenha - Brilhantes

Título: Brilhantes
Autor: Marcus Sakey
Editora: Galera Record
Gênero: Thriller sci-fi
Páginas: 476
Ano: 2015

Sinopse: A partir de 1980, um por cento das crianças começou a apresentar sinais de inteligência avançada. Essa parcela da população, chamada de “brilhantes”, é vista com muita desconfiança pelo restante da humanidade, que teme a forma como esse dom será usado. Nick Cooper é um deles, um agente brilhante, treinado para identificar e capturar terroristas superdotados e levá-los para a custódia do governo. Seu último alvo está entre os mais perigosos que já enfrentou, um líder responsável pelo maior ataque terrorista dos últimos tempos e que pretende começar uma guerra civil. Mas para capturá-lo, Cooper precisa se infiltrar em seu mundo e ir contra a tudo o que acredita. Denominado pelo Chicago Sun-Times como o mestre do suspense moderno, Markus Sakey criou um universo ao mesmo tempo perturbador e incrivelmente semelhante ao nosso, onde um dom pode se tornar uma maldição. 


Brilhantes é o primeiro volume de uma duologia, lançado pela Galera Record. O que mais me chamou atenção neste livro foi a sinopse, e saber que era um sci-fi, e mesmo não sendo tudo que eu esperava, o livro ainda assim me surpreendeu. De início, a trama pode parecer com o universo dos X-men, e ouvi falar muito disso por aí, mas a verdade é que não tem nada a ver. O enredo foi muito mais parecido com o nosso mundo, do que propriamente com os de super-heróis.

A partir de 1980 começam a nascer seres humanos superdotados. São pessoas com uma inteligência mais avançada, e que possuem dons diferentes. Alguns conseguem saber se outras pessoas estão mentindo, por exemplo, apenas ouvindo-as falar, outras como Nick, conseguem captar os sentimentos e reações de qualquer pessoa, antes mesmo de ela dizer alguma coisa. Esses são chamados "brilhantes". A humanidade considerada "normal" temem eles, por não saberem até que ponto eles poderão usar esse dom. 

Nick Cooper é um brilhante que trabalha para o governo, e é treinado para capturar terroristas. John Smith, também um superdotado, está sendo responsabilizado por um dos maiores ataques terroristas dos EUA, em que milhares de pessoas morreram. Acredita-se que Smith quer criar uma guerra, para defender os direitos dos anormais, para que o governo os torne como iguais perante a sociedade. A missão de Nick então, mais uma vez, é capturá-lo e salvar a sociedade de um próximo ataque. Mas muitas revelações e sentimentos envolvidos irão mudar o rumo de sua missão, onde Cooper terá que tomar muitas escolhas difíceis.

"Cooper viu o que ela pretendia e começou a ir em frente, mas antes que tivesse dado dois passos, Alex Vasquez, com as mãos enfiadas nos bolsos, pulou do telhado. De cabeça." (p. 21)


Devo dizer que a leitura desse livro foi uma surpresa boa. Eu esperava mais dele para falar a verdade, mas ainda assim, consegui gostar de lê-lo. O que me incomodou desde o início foi a escrita um pouco confusa e parada. A narrativa em terceira pessoa começou sem grandes emoções e eu já estava ficando frustrada. Também senti falta de alguns pontos de interrogação em muitos diálogos, o que me incomodou bastante. Porém, quando surgiu uma personagem misteriosa, mudou o rumo de tudo, e a narrativa começou a ficar totalmente viciante. É como se a qualquer momento uma nova bomba fosse explodir. 

Apesar de o autor criar personagens superdotados, o mundo é bem parecido com o nosso, cheio de conspirações, terrorismo e muita corrupção. A cada capítulo já não sabia em quem mais confiar, e nem Cooper. A cada pequena descoberta eu ficava ansiosa. Mas fiquei pasma mesmo quando foi feita uma grande revelação, que me deixou de cabelo em pé! Só me fez pensar, o quanto podemos estar iludidos com tantas coisas que pensamos a respeito do governo. Sério! As páginas finais são eletrizantes e fez valer a pena a leitura, apesar das ressalvas. 

Não foi o melhor livro que li, mas todas as reviravoltas e personagens intrigantes fizeram a leitura valer a pena. A trama ainda conta com uma pitada leve de romance. O final foi fechado, mas mostrou claramente que a missão de Cooper ainda não acabou. Em se tratando de uma duologia, obviamente, eu quero conferir o próximo livro, pois muitas coisas ainda serão reveladas e sinto que vem muita aventura ainda pela frente. 

"- Não. Provavelmente está no esgoto. - Quinn balançou a cabeça. - Ela nos deu uma bela surra, chefe. Vinte agentes, um helicóptero, câmeras por todos os lugares, atiradores de elite, e ela entrou passeando e explodiu nossa testemunha." (p. 128)

A diagramação também tem seus pontos positivos, com folhas amareladas e fonte grande e totalmente confortável. A capa é muito bonita e combinou perfeitamente com o conteúdo da obra. A revisão possui alguns erros, principalmente os pontos de interrogação que eu citei, mas nada que causasse problemas no decorrer da leitura.

Quem gosta de um livro com uma trama eletrizante, com muitas revelações e onde nenhum personagem é totalmente inocente, tem muitos motivos para querer conferir a obra. Boa leitura!

Comprar: Saraiva | Submarino | Americanas 




35 comentários:

  1. Eu já havia ficado super curiosa com esse livro ,depois dessa resenha então ...
    Confesso que a capa não me agrada muito ,mas provavelmente o enredo compensa e msm que VC tenha encontrado pontos negativos na obra ,VC diz que valeu a pena ,então vou acreditar u.u

    ResponderExcluir
  2. Olá, Leticia.
    A premissa é muito boa e possui diversos elementos que me agradam: reviravoltas, suspense, conspiração e semelhança com a nossa sociedade. Acredito que eu adorarei a obra. Vou conferir, com certeza.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de novembro. Você pode ganhar um livro incrível!

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha ouvido falar do livro, o gênero me atrai bastante, mas não gosto muito de histórias onde só existem "vilões", sabe? Não sei se consigo explicar.

    ResponderExcluir
  4. Oi. A capa desse livro é linda e o enredo até interessante, mas não vi nada que já não tenha visto em X-man e similares; mesmo assim acho o livro válido, afinal, nem todo mundo viu X-man...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lilian, na resenha eu já falo justamente, que não tem nada a ver com os X-Men! rs

      Excluir
  5. Achei uma pena demorar muito para engrenar e esse início parado. Atualmente esses livros assim têm me desanimado um pouquinho. Eu tenho interesse na leitura, mas acaba que não é prioridade. Como a lista tá gigante, vai ficando pra trás. :-/

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  6. Confesso que as ressalvas me deixaram bem frustada, pois ultimamente, não tenho tido paciência para histórias que demoram a acontecer e narrativas lentas, apesar que como você menciou, o livro melhora depois de um ponto, ainda estou com dúvidas se este seria um livro para mim, pois como eu falei, estou bem chata para leitura hoje em dia, acho que estou exigindo demais, mas quem sabe eu venha a mudar de opinião mais para frente.

    http://www.daimaginacaoaescrita.com/

    ResponderExcluir
  7. sou bem curiosa com esse livro, principalmente pela temática e pelas reviravoltas na trama... achei que ele tivesse um desfecho com gancho para o segundo volume, mas se deixa claro que tem mais por vir, então pra mim já é válido...

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas a premissa é bem interessante com essa questão dos humanos superdotados, uma pena que eu esteja com muita coisa atrasada, senão leria.
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, flor. A cada resenha que leio sobre essa obra sinto-me mais e mais interessada por ela. Parece ser uma leitura sem nenhuma gota de tédio (rs). Embora não tenha sido tuuuudo o que você esperava, gostei dos bons aspectos do livro. Com certeza, é meu tipo de leitura.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Leticia, já li muitas resenhas sobre esse livro, mas a sua foi a que mais me cativou. Posso dizer que vou lê-lo por sua causa! :D
    Gosto muito do universo de X-Men, e foi bom você dizer que eles não se parecem nem um pouco (apesar dos muitos pontos em comum que eu notei pela sua resenha). Porque é péssimo começar a ler com uma expectativa e depois descobrir que se trata de uma coisa completamente diferente, né? Assim eu já começo a ler sabendo que é diferente e que justamente por isso tem muito pra me oferecer!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  11. Nossa, esse livro parece ser bem interessante! Pela sua resenha, eu realmente achei que o livro parece bem X-men (e, para mim, isso é um ponto positivo), principalmente pelo vilão lutar pelos direitos dos anormais de forma que mais propaga o medo que qualquer outra coisa; e também o bonzinho defender o mundo como é.
    Uma pena que não alcançou a sua expectativa - realmente é chato quando isso acontece -, mas fico feliz que tenha gostado, afinal. Assim, há ainda mais chances de eu ler o livro algum dia!
    Beijos,
    Déia
    Own Mine

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?
    Eu adoro a capa desse livro! E adoro a sensação de tensão, não saber em quem se pode confiar. E eu sei que você disse que não tem nada a ver com X-Men, mas parece um pouco se vermos o Cobb e o John Smith como Professor X e Magneto, respectivamente. Mas, nada contra, eu AMO X-Men e se a obra for parecida, eu vou amar.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  13. Oiee!!!
    Essa é a primeira resenha que leio sobre esse livro, e adorei!!
    Personagens que não são de todo inocentes?! Adorei, ai sim se forma uma drama na medida do possível real,afinal ninguém é de total inocência!!
    Mesmo o livro não tendo nada haver com X-MEN só de haver humanos superdotado já me interessa e muito!!
    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  14. Eu acho a capa tão linda *-*
    Eu adorei a proposta do livro, eu leria porque amo livros assim, mesmo que você tenha esperado mais. Tenho que admitir que fiquei com o pé atrás, por causa da resenha, mas tem coisas no livro que me chamam a atenção.
    bjs bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá Leh, crianças nascidas depois de 1980, sou uma superdotada eu sabia kkkk brincadeiras a parte, quando minha colunista resenhou esse livro no blog achei super interessante, é tipo de leitura que adoro fazer, e todo os elementos usados é algo que deixa o livro ainda mais tentador, vcs me convenceram. Bjkas

    ResponderExcluir
  16. Olá Leticia, eu não conhecia este livro, mas adorei a premissa dele, gosto de livros que trazem "super-poderes" mais realistas e em sociedades próximas e apesar dos pontos que você ressaltou fiquei bem interessada nele e se tiver chance pretendo lê-lo em breve *-*

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  17. Estou simplesmente louca para ler esse livro!! A cada resenha que leio fico mais e mais empolgada para comprar, mas ainda não achei ele em um preço legal :/ Gostei muito da sua resenha!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi Lê... tudo bem??
    Adorei toda a sua sinceridade nesta resenha desde os pontos positivos a negativos, que na verdade nem conta como negativo e sim ressalvas, que foram para você, mas pode não ser por outro... eu tenho muita vontade de ler esse livro pela proposta, porque curto muito uma ficção e mesmo que tivesse semelhança com X-men, eu iria ter muita vontade de ler o livro mesmo assim... sua resenha ficou excelente Lê... nossa li com tanta vontade, que tive que ler novamente rs... xero!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oie.
    Ouvi muito falar desse livro já. Inclusive, fui apresentado a ele em um evento da Record que participei. Parece ser uma ótima leitura. A capa é bem legal. Eu adoro X-men. Se tiver qualquer semelhança já acho maneiro. Claro, sem fazer uma cópia rsrs
    Gostei da sua resenha. Me deixou com mais vontade de ler.
    Beijos

    Academia Literária DF


    ResponderExcluir
  20. Confesso que pela capa e título do livro eu não seria chamada atenção, mas após ler sua resenha percebi que eu gostaria sim da temática. Lembrei até da série Heroes, essa questão das pessoas nascerem com dons especiais.
    Fico feliz que a narrativa tenha evoluído de arrastada para empolgante e viciante!!!! E essa questão de não se saber em quem confiar, acredito que só deixe o leitor grudado nas páginas ansioso para descobrir logo as verdades escondidas no enredo.
    Parabéns pela leitura e obrigada por compartilhar sua opinião conosco.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  21. Olá
    Não sou do tipo que costumo a ler esse tipo de livro de X-men, porém, eu costumo sempre variar um pouco e acho que sim, vou ler esse livro porque adoro livros que tem essa parte de não ''posso confiar em ninguém''. Sim, vou caçar um tempinho para poder ler esse livro. Adoro arriscar coisas novas!

    http://garotinhaadolescentea.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Apesar de achar a capa linda e de ver vários comentários positivos, não tenho interesse no livro, a premissa não me atrai muito.
    Mas fico feliz que tenha curtido tanto.

    Beijos
    ummundochamadolivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Olá, eu tenho vontade de ler esse livro, por trazer personagens superdotados e, agora, lendo sua resenha, me interessei mais ainda pela obra por ter muitas revelações e segredos.

    ResponderExcluir
  24. Oi, Leticia! Esse livro me interessa, pois eu gosto do enredo, da ideia dos superdotados.
    Eu sei que você pontuo que Brilhante não tem nada a ver com os X-men, falando que o mundo criado pelo o autor é muito parecido com o nosso.
    No entanto, preciso ressaltar que, quando as pessoas relacionam com os x-men, na verdade é uma relação de pontos em comum de enredo.
    Que você mesma explicita esses pontos nas duas obras: " John Smith, também um superdotado, está sendo responsabilizado por um dos maiores ataques terroristas dos EUA, em que milhares de pessoas morreram. Acredita-se que Smith quer criar uma guerra, para defender os direitos dos anormais, para que o governo os torne como iguais perante a sociedade." Mas isso não desqualifica a obra.
    Eu quero muito ler esse livro!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  25. Oi, tudo bem?
    Gostei bastante da sua resenha muito bem detalhada! Já tinha ouvido falar deste livro e por mais que seja sobre um tema que eu curta, não leria este livro. Sei lá, não chamou muita a minha atenção.
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  26. Oi, tudo bem?
    Tenho interesse em ler esse livro, pois tem uma premissa que me agrada muito. Só leio resenha positiva sobre ele e fico bem mais ansiosa.
    Apesar de perceber algumas ressalvas sua com a obra, você gostou. Então acredito que vou gostar também, afinal essa obra me interessa. Parabéns pela resenha, devo fazer a leitura ano que vem.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  27. Oiiie
    Até recebi o livro mas não é bem o gênero que curto então não tenho vontade de ler mas sua resenha ficou ótima e que bom que o livro te agradou, a capa está realmente linda

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Oi, tudo bem?
    Eu li o livro e gostei muito, não achava que iria gostar tanto quanto, mas me surpreendi e por isso fico feliz ao ver que você também gostou o/

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  29. Oie tudo bom?
    Ai sua resenha me animou, comprei ele relutantemente na Black Friday e agora preciso ler, claro que teria seus defeitos pelo menos não é de todo ruim né?

    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Oi! Tudo bem?
    Me parece um livro bastante cativante, mas quando leio um livro nesse estilo, o que espero é que o autor levante ação na leitura e acho que pelos seus comentários isso ocorreu sim. Espero ler esse livro, ele me atraiu bastante.
    Adorei a resenha! Parabéns!

    Abraço :)
    Tudo Online - tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Oi tudo bem? Já ouvi falar muito bem desse livro, adoro sci-fi e a premissa deste me interessou bastante. Gostei da sua resenha, bem sincera.

    ResponderExcluir
  32. Oi Letícia, tudo bem?
    Essa é a primeira resenha de Brilhantes que leio sobre a narrativa ser arrastada a ponto de frustar o leitor, confesso que fiquei decepcionada nesse aspecto pois esperava mais do livro. Contudo depois que você disse que uma personagem misteriosa muda tudo e as coisas ficam interessantes me animei. Espero fazer a leitura desse livro o quanto antes.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  33. oi Letícia, tudo bem?
    acredita que eu não sabia do que o livro se tratava? Vi ele por aí várias vezes, mas não tinha lido a sinopse ou uma resenha.
    Bom saber que não é mais um X-Men, porque os últimos livros que li de super humanos se assemelhavam demais a eles, e apesar de amar os X-Men, não quero ficar lendo coisas parecidas, rs. Achei legal o livro envolver um mundo como o nosso, cheio de conspirações e personagens dúbios. Adoro ler um livro não saber em quem confiar, rs.
    achei uma pena que a leitura não tenha atendido suas expectativas, talvez funcionem melhor para mim, que não espero nada do livro, já que mal conheço, kkkk
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Oi Letícia! Muito interessante sua resenha. Bacana você colocar os ponto negativos e fazer o comparativo entre o que encontrou de bacana no livro! Achei dez! Eu ainda não conheci a obra, mas fiquei aqui com aquela vontade de conhecer! hehe

    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!