F

26 outubro 2015

Resenha - No escuro

Título: No escuro
Autora: Elizabeth Haynes
Editora: Intrínseca
Gênero: Thriller psicológico 
Páginas: 333
Ano: 2013

Sinopse: Catherine aproveitou a vida de solteira por tempo suficiente para reconhecer um excelente partido quando o encontra: lindo, carismático, espontâneo... Lee parece bom demais para ser verdade. Suas amigas concordam plenamente e, uma por uma, todas se deixam conquistar por ele. Com o tempo, porém, o homem louro de olhos azuis, que parece o sonho de qualquer mulher, revela-se extremamente controlador e faz com que Catherine se sinta isolada. Amedrontada pelo jeito cada vez mais estranho de Lee, Catherine tenta terminar o relacionamento, mas, ao pedir ajuda aos amigos, descobre que ninguém acredita nela. Sentindo-se no escuro, ela planeja meticulosamente como escapar dele.Quatro anos mais tarde, Lee está na prisão e Catherine, agora Cathy, tenta reconstruir a vida em outra cidade. Apesar de seu corpo estar curado, ela tornou-se uma pessoa bastante diferente. Obsessivo-compulsiva, vive com medo e insegura. Seu novo vizinho, Stuart Richardson, a incentiva a enfrentar seus temores. Com sua ajuda, Cathy começar a acreditar que ainda exista a chance de uma vida normal. Até que um telefonema inesperado muda tudo. Ousado e poderoso, convincente ao extremo em seu retrato da obsessão, No escuro é um thriller arrebatador.

No escuro é uma publicação da Editora Intrínseca, e estava há algum tempo na minha lista de desejados. Foi uma leitura completamente diferente do que eu imaginava, pois a primeira sinopse que li, não é a mesma do Skoob, então achei que o livro me daria medo, o que não foi o caso. Elizabeth Haynes, acertou em cheio em sua primeira obra, perturbando todos os sentidos do leitor.


Eu diria que essa sinopse revela muita coisa, portanto não há nada a esconder - a nossa protagonista sofre abusos de seu namorado Lee. Mas a descrição não revela a intensidade que seria a escrita da autora. A cada capítulo, que se intercala entre o passado e o presente de Cathy, foi praticamente impossível eu me livrar da agonia que sentia com o comportamento dela, e sua obsessão pelas trancas das portas de seu apartamento.  

Bem lentamente vamos conhecendo a personalidade de Cathy, da mulher que ela era no passado, como conheceu Lee e sua mudança de comportamento, com isso a narrativa em primeira pessoa foi essencial para entendermos o porquê ela tinha TOC, e como ela se sentia extremamente ferida. Ao mesmo tempo, vamos acompanhar Lee, como ele passou de um homem lindo e atencioso para um psicopata inteligente, que brincava com a maior facilidade com a mente e corpo de Cathy. 

Ao mesmo tempo que era tão torturante ler os abusos que a personagem sofria, eu não queria mais largar o livro. As coisas vão tomando um rumo tão poderoso, que devorei as páginas. Me peguei refletindo, assim como Cathy fez em sua narrativa, em casos de mulheres que vemos na televisão, que sofrem abusos. Sempre me pergunto, o porquê elas simplesmente não largam seus companheiros e os denunciam. Mas não, não é tão simples assim. Nunca mais verei esse assunto com os mesmos olhos depois da leitura de No escuro.


Aos que podem estar com medo de uma narrativa pesada, de algo aterrorizador, não tenho como negar que o livro é extremamente perturbador, e mexeu com meu psicológico (enquanto eu estava lendo, toda noite quando eu fechava minha casa para dormir, eu pensava em Cathy. Sério!). Porém, não acho que tenha motivos para ter medo desse livro, pois ele é simplesmente uma história que, apesar de fictícia, é algo totalmente convincente e que realmente acontece todos os dias. Além disso, o relato de como a personagem tenta se recuperar, vale muito a pena. 

Quanto a parte física, é super confortável com uma diagramação simples, folhas amareladas, e letras um pouco pequenas, mas não atrapalhou a leitura. Notei dois ou três erros de revisão, mas não me incomodou. A capa está em perfeita sintonia com a obra.

"Eu sabia que estava trancada, mas precisava verificar mesmo assim. Enquanto conferia, uma-duas-três-quatro-cindo-seis vezes, eu dizia a mim mesmo que estava trancada. Eu tranquei ontem à noite. Lembro-me de ter trancado. E depois verificado. Por horas e horas. Ainda assim, podia não estar trancada, talvez eu tivesse me enganado. E se eu a tivesse aberto sem me dar conta? E se eu não tivesse feito as verificações direito, se tivesse distraída?" (p. 156)

Super indico esse livro. Tenho certeza que vai mudar a visão de muitas pessoas em relação a violência doméstica, e abrir os olhos para muitas outras coisas como, por exemplo, a total confiança que não se deve ter com um homem que você acabou de conhecer. 












36 comentários:

  1. A capa desse livro chama minha atenção a muito tempo ,mas eu não sabia sobre o q se tratava ,mas gostei ,parece super legal ,e é bom ler livros que saiem um pouco da nossa zona de conforto .

    ResponderExcluir
  2. Olha amiga eu conhecia esse livro, mas eu nunca tinha lido nenhuma resenha dele.
    É a primeira vez que leio, porque gosto da maneira como você escreve pra te falar a verdade, por isso, vou te confessar que o livro me pareceu ser bem forte em relação ao tema de abuso. Eu acho que eu ficaria impressionada sério, porque deve conter algumas coisas fortes, mas tipo, não sei se eu leria. Mas é um livro que acho que deveria ser lido por todos por conta disso. E é algo que vem acontecendo bastante né? Eu pensei olhando pela capa que era terror, mas depois que tu disse que tbm pensou e viu que não era nada disso, eu fiquei até surpresa. Realmente tipo, a capa tem o ar sombrio, mas porque descreve como é viver abusos. Porque é algo sombrio...algo doloroso e acho que é isso que a arte nos passa.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/10/resenha-nas-proximidades-do-amor.html

    ResponderExcluir
  3. Esse livro parece ser incrível, para se tratar de um assunto tão sério, quanto um relacionamento abusivo precisa ser muito bom, e já que você falou tão bem do livro estou muito ansiosa. rsrs

    Beijos ♥

    http://apaixonadaporleiturass.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Pensava que o livro era de terror agora vc me falando que é sobre abuso me interessei.
    Esses livros são intensos demais e estou querendo um leitura assim.
    O único problema é que quando acho pesado demais acabo largando
    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Leticia.
    Eu comprei esse livro por menos de 3 reais hehe. mas ainda não li ele. Eu tinha uma outra impresão dele, achava que era mais policial, e com essas postagens de terror desse mês estou vendo bastante gente indicando ele. Mas pelo jeito eu e todos eles estamos errados hehe. Gostei bastante do assunto abordado, apesar de ficar em agonia com esse tema. Fico querendo entrar no livro e fazer as mulheres reagirem. Parabéns pela resenha, assim que der eu vou ler.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Letícia. Eu li esse livro acho que no ano passado e ele mexeu muito comigo. A forma como a autora escreve nos deixa com medo, sentindo o que a Kathy sentiu. E é incrível ver o quanto o medo e alguém manipulador pode fazer com outra pessoa. ANtes Kathi era uma mulher totalmente feliz, uma pessoa que aproveitava a vida, e depois ele a transformou. Que cara psicopata. Acho que No escuro é um dos melhores livros do gênero que eu li, e adoro thrilers psicológicos apesar de eles mexerem conosco.
    Adorei saber que você também gostou dele.
    P.s: de thriler psicológico um que indico é identidade roubada.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/10/resenha-bruxa-da-noite-vl1.html

    ResponderExcluir
  7. Leticia, No Escuro entrou para a minha lista de desejados desde o ano passado, mas me desinteressei pela leitura. Entretanto, meses atrás, o livro voltou com força total para a minha lista, pude conhecer um pouco mais sobre a história de Cathy e descobrir os seus receios. o título do livro acabou sendo bem atribuído com a história, e a perturbação presente no livro me incomoda.

    ResponderExcluir
  8. Quando vi a capa deste livro pela internet, imaginei que ele abordaria algo sobre abuso ou qualquer coisa do tipo. Sua resenha me fez concluir que é algo ainda mais forte que o tema e isso me deixou bem interessada.
    meuamorpeloslivros.blogspot.com.br
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Tenho ele e estou muito ansiosa para começar a ele. Porém, minha lista está gigante e por causa dos vestibulares está bem difícil dar uma adiantada. Espero que passando esse mês eu consiga ler mais para chegar nele.
    Bjss

    www.umolhardeestrangeiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Le! Nossa você já leu? Pelo que notei na resenha, este livro além de trazer uma boa trama, ainda deixa um alerta para nós mulheres. Eu acho isso super válido, é bom misturar entretenimento com conscientização. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  11. Oi Leticia!
    Já li esse livro e é ótimo! Indico para todos, pois a trama é impressionante!
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi Lê! Para todo mundo que vê essa capa pensa que o livro traz outro conteúdo. De início não leria se fosse terror, mas o tema me assusta e me atraí sabe? vivo querendo me aprofundar mais no assunto para entender a cabeça das pessoas que fazem isso e as que passam por isso

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  13. Já pensei em comprar esse livro várias vezes mas nunca cheguei a fazê-lo, porém ao ler sua resenha me pergunto o que eu estava esperando. Fiquei curiosa para saber o motivo de Cathy permitir esses abusos e pq o namorado começa a trata-la assim. O último quote também foi algo que demonstrou como essa leitura será perturbadora. Quero muito ler.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  14. O livro me chama a atenção pelo tema abordado. Sempre é bom ter um ponto de visão a mais para pensar sobre o tema, e pude perceber que o livros é bem mais que isso, o que me faz pensar o quanto a mente humana é tão complexa. Adorei a sua resenha.
    Bjim!

    Tammy
    livreando.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    A premissa me chamou a atenção pela sensação que ela passa enquanto a lemos. Claro que não o li, mas sua resenha já dá um sinal do sofrimento que a persongem passou. Com certeza vai pra minha lista!

    resenhaeoutrascoisas.blgospot.com

    ResponderExcluir
  16. Amooo, mas amooo com todas as forças do meu ser Thrillers Psicológicos.
    Já estive com esse livro varias vezes no meu carrinho de compras, mas desisti em cima da hora.
    Motivo?? Morro de medo dos livros da Intrínseca, todos que li deles foram meio decepcionantes então fico protelando... rsrs
    Mas depois da sua resenha, me sinto mais confiante em encarar esse livros ♥

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  17. Oláá
    Já tenho o livro e quero muuuito ler, espero com certeza adorar pois amo temas fortes assim e só ouço elogios desse livro e da autora, sua resenha está ótima

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Gostei....Preciso assim de um livro para ler ;)
    5booksandme.blogspot.fr

    ResponderExcluir
  19. Olá Letícia,
    Por incrível que pareça, gosto de livros que mechem com o psicológico, acho que eles nos fazem refletir muito. Pelo visto, esse livro trará bastante reflexão sobre violência doméstica. É algo que pretendo ler, pois acho que vou gostar.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/2015/10/tag-outubro-rosa-literario.html

    ResponderExcluir
  20. Ola Leticia menina estou de olho nesse livro há tempos, curiosa com o desenrolar da trama e como será o futuro da protagonista. Acredito ser uma trama muito bem elaborada, ainda mais com o vilão conquistando a todos a ponto dos amigos não acreditar nela. Amei a resenha e já trancou sua porta hoje rsss. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  21. OIii!

    Lê, eu fiquei com "medinho" mas não por causa do livro em si, mas por você dizer que isso pode acontecer a qualquer momento. Acho que livros assim, que brincam com nosso psicologico são os piores. Mas isso é bom, pois se tornam inesqueciveis né?
    Eu gostei da sua resenha, é a segunda que li sobre a obra e agora estou curiosa!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  22. Oi Leticia, sabe que eu tenho esse livro na minha estante há algum tempo e nunca tive vontade de pegar para ler? mas confesso que com a sua resenha fiquei muito empolgada para pular ele na frente de todas as leituras! Eu adoro esses livros que tem a trama com um tema mais perturbador, ainda mais sendo tão real, sabe? O assunto tratado no livro de uma forma ou de outra acaba sendo bem real. Estou bem curiosa.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  23. Olá!
    Adorei seu blog, muito fofo!!!!
    Adooooro blogs que falam sobre livros!!!!
    Sou uma leitora compulsiva !!!
    Seguindo aqui...
    bjooos

    http://diariodalulu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oiee ^^
    Por mais que goste de livros fortes que conseguem mexer com o leitor, não sei se conseguiria ler esse. Como você disse, é torturante. Maaas, você também falou que é difícil de largar o livro, então não sei...haha' Livros que falam de violência doméstica são muito interessantes e reais, né?
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Esse livro já estava na minha pqna wishlist há um tempinho. Agora, fiquei com mais vontade ainda de lê-lo.
    ;D

    http://profissaoleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Olá! N]ao conhecia esse livro e achei a premissa do livro muito interessante. Gosto de livros que tenham uma pegada psicológica. E pelo jeito é bem forte,porque deixou você bem mexida. Espero ter a oportunidade de ler esse livro. eijos!

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Ooi,
    Confesso que sua resenha me deixou com um pouco de medo do livro mas mesmo assim gostei muito da premissa, acho que vou juntar coragem e tentar conhecer essa história.
    Vitória Zavattieri
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  28. Q tema forte e super atual. Tenho um certo interesse por esse livro, mas a pilha por aki tá enorme...
    ;D

    http://profissaoleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Olá, Leticia.
    O livro me interessa demais. Ele possui um tema forte, atual e que merece ser lembrado. Além disso, por ele ter esse aspecto mais psicológico, deve se tornar perturbador mesmo, o que eu adoro.
    Amei a resenha. O livro já vai para a lista de desejados.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro. Serão seis livros para três vencedores.

    ResponderExcluir
  30. Oii,

    Menina, que choque essa história hein. Mas o bom é que te faz refletir sobre esses abusos contra as mulheres, e também a como ficar esperta quando os abusos começam. Fiquei bastante interessada. Parabéns pela resenha.

    Priscila
    http://resenhandobma.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  31. Oii, tudo bem?
    Todas as resenhas que eu li desse livro foram positivas, confesso que a capa não me chama muito a atenção, porém tenho certeza de que a historia é fantástica. Eu adoro livros que tem uma tematica mais seria, então com certeza ele já está na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  32. Olá Leticia! Tudo bem?
    Sempre tive muito interesse em realizar a leitura deve este livro devido a esta temática que apesar de "amedrontar" de cara, é um livro instigante, pois assim como você sempre tive muitas questões e dúvidas sobre esta decisão da pessoa de não simplesmente denunciar ou separar da outra pessoa. Adorei conferir sua resenha, fiquei ainda mais curiosa para ler!

    ResponderExcluir
  33. Oi,
    Confesso que fiquei um tanto surpresa pela resenha e o conteúdo da história, não tinha ainda lido nenhuma resenha, nem mesmo a sinopse, de inicio lendo o que você escreveu fui pensando não pretendo ler um livro não perturbador, mas no fim percebi que de certa forma consigo aprende algo com o livro, por esse motivo anotei a dica, mas nada de muito urgente.
    Parabéns pela resenha, que foi direta e bem detalhada nos pontos necessário.
    Beijos Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  34. Oi Leticia, sua linda, tudo bem
    Eu comprei esse livro em uma super promoção, totalmente no escuro, não sabia nada sobre a história. Acabei de ler sua resenha super empolgada pela leitura. Adoro tramas dessa forma, já vi que a intensidade do texto da autora vai mexer comigo e tirar meu sono também. Engraçado eu também sempre me perguntei porque elas não os denunciam, mas eu já li alguns livros, vi documentários e entendi, o abusador consegue manipular a vítima de tal forma que consegue deixar nela o sentimento de culpa, elas realmente acreditam que fizeram por merecer e que são responsáveis por aquele comportamento abusivo. Chocante!!!!! Sua resenha resenha ficou ótima.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Oi Letícia,
    Mesmo o livro sendo pertubador, a resenha prendeu minha atenção e fiquei super curiosa para ler, parece ser ótimo!
    Beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
  36. Olá Leticia!
    A história parece ser eletrizante. Olhando pela capa, parece aqueles filmes de serial Killers. Eu até gosto de ver filmes assim, já ler livros não me interessa tanto. Não sei se leria gora, mas vou anotar a sua dica.
    A sua resenha está maravilhosa.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!