F

27 junho 2015

Resenha - A playlist de Hayden

Título: A playlist de Hayden
Autora: Michelle Falkoff
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Gênero: Drama/Juvenil
Ano: 2015
Skoob

Sinopse: Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava. A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.

A playlist de Hayden é um dos últimos lançamentos da Editora Novo Conceito, e trata de um assunto bem delicado e importante: o bullying. Não vou estender a resenha com a descrição da história, pois já pode-se ter uma ideia com a sinopse, mas vou contar o essencial e claro o que achei do livro.

O que o leitor precisa saber é: Hayden e Sam eram melhores amigos. Após retornarem de uma festa, os dois discutiram e na manhã seguinte Sam encontrou Hayden morto em seu quarto. Antes de cometer suicídio, ele deixou uma playlist para seu amigo, quando este o encontrasse, com uma mensagem dizendo que após ouvir as músicas ele iria entender tudo. E então, começa a jornada de Sam em busca de respostas. O que Hayden estava realmente tentando dizer com aquela playlist? Por que ele havia tirado a própria vida? Se sentindo de certa forma culpado, ele perde noites de sono tentando descobrir o que realmente tinha acontecido, ainda mais depois que conhece Astrid, uma menina super misteriosa e que parece ter conhecido Hayden tão bem quanto ele achava que o conhecia.


Sobre a diagramação não tenho do que reclamar, pois está ótima. As folhas são amareladas, a fonte com tamanho ideal, e a capa me agradou também. Cada início de capítulo temos uma música, que compõe a playlist de Hayden. A revisão está impecável, e não notei erros.

"Muitas pessoas querem ser invisíveis. Talvez elas até pensem que podem fingir que são. Mas sempre alguém as vê." (p. 44)

"As pessoas vão falar um monte de coisas. Algumas dessas coisas serão úteis, outras serão irritantes e algumas vão te dar nos nervos. Mas elas lhe dirão essas coisas porque as ouviram de outras pessoas ou porque as acharam úteis quando perderam alguém. A intenção é boa." (p. 61)

A narrativa é feita em primeira pessoa, aos olhos de Sam. A escrita da autora, sem dúvida é muito gostosa e flui naturalmente. Mas acho que ela pecou na playlist. Como o título mesmo indica, e a sinopse promete, achei que as músicas seriam muito mais trabalhadas do que realmente foi. 


Na maioria das resenhas que tinha lido, vi que as pessoas estavam decepcionadas por não conseguirem entender o que a playlist queria dizer. Mas meu alívio foi que eu até consegui entender muita coisa. Pela tradução das músicas, que eram praticamente todas bem melancólicas, a letra me dizia o que Sam e o leitor precisava saber: Hayden era um menino solitário e triste, e ele tinha vontade de desaparecer se pudesse. Tendo em vista o quanto Sam conhecia seu relacionamento difícil com os pais, a sua dificuldade de aprendizado, e o bullying que sofria do irmão e alguns colegas de turma, ele ouvia a playlist e ficava toda hora se perguntando: O que ele quer dizer com essas músicas? Ah, por favor né!? Quase o livro inteiro perguntando isso, se pela letra eu já saquei na primeira música. Então, isso foi o que me irritou e o fato da autora não ter explorado tanto a letra das músicas na narrativa, e tive a impressão que ela deixou as músicas lá para que o leitor, por si só, tentasse entender.

Mas por que eu recomendaria o livro? Apesar desses pontos negativos, eu acho que a narrativa da autora ajudou muito, e gostei da construção dos personagens, além disso, o assunto tratado na história. Hayden é o reflexo do que acontece com muitos adolescentes que sofrem bullying e sentem vontade de desaparecer para sempre, mas nem sempre demonstram isso para as pessoas que amam. Achei que pelo menos isso foi  explorado o suficiente para garantir as quatro estrelas. 

Recomendo a leitura para todas as idades. Eu tive minhas ressalvas, mas pelo menos a playlist eu consegui entender, acho que mais que o Sam! Ressaltando que conforme a Novo Conceito prometeu, este livro tem amor, drama e mistério. É uma história de perda e superação, e não me arrependo de ter lido.

Compare&Compre: Saraiva | Submarino | Americanas

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A autora

Michelle Falkoff é graduada pela Iowa Writers’ Workshop e hoje é a Diretora de Comunicação e Lógica Jurídica da Northwestern University School of Law. A PLAYLIST DE HAYDEN é o seu primeiro livro.






Siga o blog nas redes sociais:
 Facebook  |  Skoob  |  Twitter  | Youtube | Instagram

16 comentários:

  1. Eu também achei, pelo que li, que as músicas só estavam lá por estar... não sei ao todo por que ainda não terminei a leitura, mas eu esperava explicações de todas as músicas! enfim, é uma leitura boa pq flui rápido, mas não sei o que esperar do final! beijos
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, Leticia.
    Ainda não li a obra, mas achei interessante que a autora não explore tanto assim as músicas. Acho que é legal ela deixar o leitor tentar construir o sentido sozinho, sabe? Ela foi até a metade, cabe ao leitor percorrer a outra metade. Acho que isso não irá me incomodar não.
    Quero muito ler a obra, sem dúvidas!

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Leticia!
    Recebi esse livro do Grupo Editorial Novo Conceito, mas ainda não tive oportunidade em ler por completo, li apenas umas páginas e até gostei da narrativa da Michelle, e o que mais gostei foi que ele retrata sobre um assunto bem delicado e bastante presente em nossa sociedade. As músicas que estavam em cada capítulo eram desconhecidas para mim, escutei algumas e gostei, mas também fiquei na dúvida quando terminava um capítulo e não tinha nenhuma explicação, espero continuar a leitura brevemente! Adorei a resenha <3

    Beijos,
    http://umgrandevicioliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu queria ler ele pela capa, mas agora estou receosa; muito livro triste esse mÊs, não sei se quero encarar mais um não. rs

    https://itgeekgirls.wordpress.com/2015/06/27/bc-1-i-meu-genero-literario-favorito/

    ResponderExcluir
  5. Oi Letícia, estou muito a fim de ler esse livro, já ouvi a playlist e acho que a ideia da autora foi essa mesmo. Fazem com que nos envolvêssemos e buscássemos as respostas através das músicas. Bjs

    Território nº 6

    ResponderExcluir
  6. Quero muito ler esse livro, mas não vi comentários muito positivos a respeito! Gostei da sua resenha :)

    jamilsonoliveira.com

    ResponderExcluir
  7. Eu amei esse livro, concordo que a playlist não fez tanto sentido quanto deveria, mas achei interessante a ídeia da autora... Bom, a narrativa me prendeu muito e o desenrolar também foi muito bom! Adorei sua resenha, parabéns! :)

    Abraços e até!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Letícia, tudo bem?
    Li muitas resenhas sobre esse livro e fica até difícil saber o que achar dele!
    Muita gente não curtiu o livro e criticou muito o fato de não conseguir relacionar as músicas com a história, fico feliz que isso não tenha sido um problema pra você!
    Tenho esse livro aqui e pretendo ler em breve, mas não vou criar expectativas.

    Beijo :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  9. oi flor, eu não solicitei, mas já estou me arrependendo! Vejo só coisas positivas pelo livro e estou cada vez mais tentada a comprá-lo!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Estou com ele em casa,e louquinha para ler,só que estou em meio de uma ressaca e eu quero entender bem o que fala o livro e o que passa como conselho/mensagem, esse livro vai ser mais em especial na minha vida,porque eu já sofri pela mesma coisa então acho que ele vai ficar no fundinho do meu coração.

    http://bibliotecadesajeitada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi, Letícia.
    Estou louca para terminar esse livro.
    Só li os primeiros capítulos e já apaixonei.
    Espero que eu goste do final.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  12. Boa noite!
    Esse livro está sendo muito comentado e alguns dos meus amigos ja leram. Preciso ler, gostei da sua resenha e ela não me desanimou! ;)

    ResponderExcluir
  13. Oi Letícia!
    Não sei leria esse livro, sei lá pela sinopse eu não iria curti muito não... mas se tivesse oportunidade
    eu daria uma chance só para matar a curiosidade hehe, a capa me agradou bastante.
    Beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Tô com muita vontade de ler esse livro, mesmo já tendo visto algumas pessoas falar que não gostaram. Mas sou curiosa, me encantei por ele ainda no lançamento, então acho que tem tudo para eu gostar. Espero entender as músicas também, assim como você. kkkkk
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Leticia!
    Este é um livro que pretendo ler muito em breve.
    Depois de ler a sua resenha, fiquei ainda mais curiosa e quero desvendar esta playlist.

    Beijos!
    http://fabi-expressoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Estou bastante empolgada para esse livro, vou ler na maratona de inverno. Tenho altas expectativas para essa leitura.

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!