F

17 junho 2015

[Livro X Filme] 12 anos de escravidão




Dificilmente uma adaptação supera um livro, mas em 12 anos de escravidão eu diria que  não seria tarefa fácil dizer qual o melhor. Quando li o livro, as descrições dos acontecimentos mais marcantes foram feitas sem enrolação, porém foi descritiva o suficiente para nos abalar. 

Acredito que a maioria já ouviu falar ao menos no filme. Para quem ainda não conhece, 12 anos de escravidão conta uma história verídica que tem início em 1841 em Whashington, em Nova York. A comovente história de Solomon Northup não poderia ter sido melhor contata, senão por ele mesmo. Tendo nascido um homem livre, ele fora sequestrado, sendo separado de sua esposa e filhos. Mantido em cativeiro, muito distante de sua família, Solomon nem sempre experimentou trabalhar para homens bondosos. Poucos eram os fazendeiros benevolentes. Ele passou a maior parte de sua escravidão - 10 anos dela - aos comandos do senhor Epps, dono de uma plantação de algodão na Lousiana. Lá ele não só presenciou atos de tremenda crueldade, como também os sofreu. 


Chorei no livro, o que não consegui fazer no filme, mas talvez seja a descrição das sensações que podemos acompanhar melhor quando lemos. Quando estava lendo, eu tive que parar em alguns trechos, porque eram muito fortes, e o que me fez chorar foi a flagelação que a personagem Patsey sofreu. Atenção spoiler! > Chorei de indignação e de ódio de Epps - ainda mais por ele ter obrigado Solomon a iniciar  o açoitamento.<  A história é verídica, e fiquei pensando em Patsey o tempo todo depois disso. No filme, essa cena não me fez chorar, mas foi difícil assistir mesmo assim. É horrível!!

O açoitamento que Solomon recebeu no início do livro, após ser capturado e jurar ser um homem livre, foi mais forte quando li. Eu podia imaginar perfeitamente a ardência da pele dele, bem como a injustiça daquilo. Nenhuma cena assim deixaria de ser forte, e no filme não foi diferente, mas ler ela não teve comparação.


O ator Chiwetel Ejiofor, que interpretou Solomon fez uma ótima interpretação, mas a atriz Lupita Amondi Nyong'o, que interpretou Patsey merece destaque, pois foi incrível no filme. A sua personagem foi a escrava que mais sofreu, e suas cenas foram as mais chocantes para mim, não é à toa que ela foi a vencedora do Oscar de melhor atriz secundária. Merecido! Michael Fassbender, como Epps, convenceu completamente, pois seu personagem exalava crueldade, o que soube interpretar muito bem. Brad Pitt, interpretou Bass, o grande salvador de Solomon, mas pouco apareceu, e senti falta de mais cenas com ele, pois suas atitudes foram cruciais para o desfecho da história, e vemos Solomon falando com muita gratidão dele no livro.


Apesar de Solomon ter sido um personagem importante na época, não se conhece o local ou data de sua morte, ou maiores detalhes de como viveu após sua libertação - a não ser que se tornou um notório abolicionista. O livro foi escrito a mais de um século, e um maior conhecimento dessa história foi na realidade após a produção do filme.


Como não poderia ser diferente, o filme é fiel ao livro, mas claro com a omissão de algumas cenas e pequenas mudanças em outras. Uma coisa é certa: poucos filmes que relatam a escravidão são tão vivos quanto este (não é à toa que recebeu inúmeros prêmios). Tenho em mente que muitos negros sofreram nesse período, mas o fato dessa história em questão, com seus personagens verídicos, ter sido lida, depois assistida, me deixou muito próxima dos personagens e dificilmente consigo ver a escravidão do mesmo jeito depois disso. Se você não pretende ler, assista ao filme ou vice-versa!



Trailer





Siga o blog nas redes sociais:
 Facebook  |  Skoob  |  Twitter  | Youtube | Instagram

41 comentários:

  1. Estou com muita vontade de ver o filme , nem sabia do livro , vou ver se consigo ler antes de ver o filme, pois mesmo sendo uma otima adaptação , sempre cortam algumas partes importante . Não fui ler a resenha pois quero ler o livro rssrsrrsr ...

    Beijinhos

    simplesmenteanass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, Leticia.
    Eu tenho o livro, mas ainda não li. Já alugaram o filme aqui em casa, mas eu não o assisti. Conclusão: eu sou uma negação. rs
    Fico feliz em saber que ambos as obras, a escrita e a cinematográfica, estão em alto nível, sendo difícil escolher qual a melhor. Nesse caso, acredito que elas se completarão.
    Excelente dica. Não posso ficar adianto muito para conferir os dois trabalhos.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  3. O filme parece ser muito bom
    vou assistir
    não conhecia esse livro

    Mil beijocas
    ⋙ ♥ Blog Livros com café
    Está rolando dois sorteios lá no blog participe ;)

    ResponderExcluir
  4. Olá :) Nossa, *-* amei a sua opinião, fez eu ficar com ainda mais vontade de ler o livro, sem dúvida, o livro é melhor que o filme. :) Semana passa eu tive a oportunidade de assistir o filme, gostei muito, foi muito bem feito, possui ótimas atuações, o trama é envolvente e comovente, o drama dos personagens é muito emocionante. A história da vida do Solomon Northup.. retratata a realidade de muitas vítimas do preconceito/escravidão. :/ Beijos!
    Blog: http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/
    Página: https://www.facebook.com/BlogWonderfulBooks

    ResponderExcluir
  5. Olá!! Eu já vi o filme, mas nunca cheguei a ler, e nem sabia que existia, o livro!! Vou dar uma procuradinha nela para saber mais!!
    Bjs
    http://ameninaqueliaa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Boa noite!
    Sem dúvidas a emoção quando lemos livros narrados por seus personagens é bem maior do que no filme. Quando a história é real então você fica com aquela dorzinha no coração.
    Já tinha visto a chamada do livro na televisão e não sabia que tinha um livro. Com certeza vou separar os meus lencinhos para poder ler/assistir. Tenho que estar muito bem emocionalmente! Rs
    Muito boa indicação, obrigada!

    ResponderExcluir
  7. Oiiiiii.
    Eu não conhecia o filme e nem o livro.
    Mas é muito bom saber que o filme e o livro estão iguais na categoria qualidade e que foi difícil para vc dizer qual é o melhor, mas é claro que nós leitores sempre optamos pelo livro kkk.
    Mas enfim. Eu realmente tenho dificuldade para assistir filmes assim, pois sofro junto com o personagem, sinto uma revolta tão grande sabe, mas eu vou colocar o livro e o filme na minha lista,
    Amei o post.
    beijos


    http://colecoes-literarias.blogspot.com.br/2015/06/resenha-o-plano-e-o-amor.html

    ResponderExcluir
  8. Você acredita que ainda não vi e nem assisti? Nossa, estou muito corrida e quero ver primeiro o filme pela quantidade de livros que tenho aqui, mas vou comprá-lo... Como você, acho que vou chorar litros no livro, pois me envolvo mais com a leitura que com a adaptação. Dica linda e de muito bom gosto.

    ResponderExcluir
  9. Nossa eu chorei tanto ao assistir o filme e não fazia ideia de que tem um livro, faço ideia do piscina que se formaria ao me lado enquanto eu estivesse lendo!!!! me deu vontade de procurar o livro agora mesmo.

    http://www.vocedebemcomaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Letícia, fiquei toda arrepiada lendo sua resenha, pois já vi o filme e se sofri na sala do cinema vendo as fortes cenas, imagino o quanto foi intenso tudo aquilo descrito nas páginas do livro. Eu adorei a história e amei sua resenha. Se um dia tiver oportunidade pretendo ler o livro também. Bjs

    Território nº 6

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, ler é muito mais forte, principalmente essa cena da Patsey, nossa eu chorei no livro e tive que parar a leitura. Ódio mortal do Epps. Leia sim, você vai amar!

      Excluir
  11. Amiga eu ainda nem vi esse filme, mas percebe-se que ele tem cenas bastante chocantes.
    Eu ainda não li o livro e nem vi o filme, mas espero conhecer.
    Mas no momento é melhor não, ainda mais por estar sensivel sabe? rs
    Mas mesmo assim gostei do seu ponto de vista e sabia que você ia escrever que chorou.
    Porque parece que a maioria dos filmes que vejo você escrevendo aqui tu diz isso ehehehe
    Mas é normal. Pra mim é dificil chorar. Só se for algo que mexe muito mesmo comigo.
    Mas enfim...

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/06/resenha-ruina-e-ascensao.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hhahahahha na verdade eu disse que chorei com o livro, o filme me deu só muita agonia.
      Mas quando é bem emocionante e forte eu choro mesmo, sou muito emotiva. Enxergo as coisas muito profundamente, sei lá..rsrs

      Excluir
  12. Oi Letícia, tudo bem?
    Eu ouvi falar muito sobre esse filme principalmente na época da premiação do Oscar!
    Achei a história muito interessante e fiquei muito interessada principalmente por se tratar de uma história real!
    Ainda não li ou vi o filme mas quero muito fazer ambos ainda!


    Beijo :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi Leticia, tudo bem?
    Fiquei sabendo recentemente que tinha o livro, o filme minha mãe me fez baixar pois ela ficou louca para assistir.
    Eu no entanto ainda não tive coragem para assistir, não gosto de ver o sofrimento assim sabendo que foi real.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  14. juro que fui lendo e quando vi a palavra SPOILER temi ler o resto. xD
    Eu tenho o livro mas ainda não li, mas o coloquei na meta de leitura desse ano...
    O filme eu pretendo ver apenas quando ler o livro. É uma história forte, cruel e eu gosto de leituras impactantes assim...

    ResponderExcluir
  15. Oi Leticia!
    Acredita q n tinha conhecimento sobre o livro e filme, mas já vi q é uma tristeza só, e fiquei bem curiosa com a ideia do filme superar o livro!!
    Bjos!!
    Aline Praça
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Let, tudo bom?
    Eu assisti o filme quando estreou, porque precisava fazer um artigo sobre o assunto para a faculdade. Foi uma grata surpresa. Me senti totalmente mal vendo as cenas, principalmente da personagem da Lupita apanhando. Lembro que chorei muito no cinema, porque as cenas eram extremamente fortes e me tocou muito. Se o filme conseguiu me deixar toda assim, imagina ler o livro? Ótimo post!

    http://anneandcia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá; gostei muito do post. Ainda não li o livro, mas depois que fiquei sabendo do filme, fiquei mais curiosa para lê-lo. Acho que o livro nos permite ter um tempo maior para absorver a história, ainda mais quando é algo forte como 12 anos de escravidão.

    ResponderExcluir
  18. Oi, Leticia.
    Eu não li e nem assisti ao filme.
    Mas meu noivo assistiu e se emocionou muito.
    Não faço muita ideia de como seria na prática, mas imagino o quanto foi sofrido ler toda essa violência e injustiça que acontece.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Eu tenho muita vontade de ver esse filme e não sabia que tinha livro! Pelo visto é tocante e muito bem feito. Irei ver com certeza ;-) Parabéns pela coluna!
    Beijos, Nathália.

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Tenho vontade de ver esse filme e ainda não tive a oportunidade. Parece ser incrível e muito bem feito! Eu não sabia que tinha o livro haha Parabéns pelo post!
    Beijos, Nathália.

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Tenho o livro mas ainda não o li e também não assisti ao filme. Mas tenho muita vontade de ler e conhecer essa história, principalmente por ser baseada em fatos reais e ser um tema delicado e polêmico como a escravidão.
    Beijos.

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oi Leticia!
    Não li o livro e ainda não vi o filme. Deixou sempre para outro dia, para a próxima vez e nunca vejo, até porque acho que iria chorar muito com esse livro e com o filme nem se fala!! Guardo grandes expectativas para ambos!
    beijos!

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  23. Parabéns pelo post amei saber sua opinião sobre ambas as obras, me fez ter uma visão bem ampla do que acontece e me deixou ainda mais curiosa.

    ResponderExcluir
  24. Ótimo saber o nível das duas obras, mas o gênero não me agrada. E historias reais eu imagino de mais, hahahhaha
    http://mytinybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Cara, eu sou louca para ver esse filme. Coloquei ele na minha lista antes de entrar no cinema, mas por algum motivo que eu não conheço, eu ainda não assisti. Sinto que vou morrer de chorar assistindo. Quero muito ver!
    Adorei as comparações.

    Beijos!
    Laury

    ResponderExcluir
  26. Pra mim, esse é um dos melhores filmes que eu já assistir. É uma história muito boa e eu sofri muito assistindo. Porém, não iria consegui ler, acho uma leitura pesada e densa... não conseguiria terminar a obra.
    Gostei muito do post <3

    http://teoremasdamimosa.blogspot.com.br/2015/06/maxcon-o-maior-evento-de-cultura-pop.html

    ResponderExcluir
  27. Olá Leticia, ainda não assisti o filme e nem li o livro, mas morro de vontade, foi bom eu saber que o filme esta bem feito mesmo não passando tanta emoção como o livro o que realmente não é possível porque pelo que percebi o livro deve ser em primeira pessoa e deve dar para sentir os sentimentos descritos, espero poder lê-lo ainda esta ano e em seguida assistir o filme <3

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  28. Olá!
    Eu assisti o filme, e diferente de você, quase sequei de tanto chorar! Que filme triste e que absurdo imaginar que pessoas foram capazes de tamanha maldade.
    Não pretendo ler o livro, mas indico o filme para qualquer pessoa!
    Adorei o post!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  29. Oláá
    Escuto muitos elogios sobre o livro e o filme mas ainda não tive oportunidade de conhecer nenhum dos dois, parecem ser bem interessantes e com temas fortes, então espero poder ver em breve e tirar minhas próprias conclusões,

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Eu já ouvi falar no filme, mas confesso que o enredo - tanto do filme quanto do livro - não me atraiu em nada pra assistir. Mas, como todo mundo tem me indicado muito, acredito que eu vá assistir ao filme primeiro e se eu gostar, talvez compre o livro.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Oi! Tudo bem?

    Não li o livro, mas vi o filme e adorei. Achei-o muito emocionante e intenso. Ao contrário de você, chorrei horrores no filmes rsrs Talvez isso aconteceu porque não li o livro.

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  32. Olá! Tudo bem?

    Já tinha ouvido falar do filme, mas, não sabia que tem um livro.

    Eu tenho muita vontade de ler e assistir, mas, não tenho estômago pra isso. De verdade.

    É muito triste pensar em como os meus antepassados sofreram simplesmente por causa da cor da sua pele. E é aterrorizante pensar que se eu tivesse nascido alguns anos antes, seria uma escrava. Os seres humanos são muito cruéis.

    Beijos e amei essa coluna! <3

    www.dreamsandbooks.com

    ResponderExcluir
  33. Oi,tudo bem? Como você se eu lesse ele agora choraria litros com certeza, porque já choro quando uma história nesse teor é ficção, imagina quando você sabe que aquilo tudo é verdade, aconteceu mesmo de fato. Tirando a revolta e frustração de saber que essas coisas odiosas contra os negros acontece até hoje em outros países escancaradamente e por aqui também.

    Gostei demais da sua resenha e da indicação do filme e do livro..


    bjs

    ResponderExcluir
  34. Oi Leticia.
    Vi o filme logo que ele saiu mas não sabia do livro ainda. Adorei essa história, e gosto muito dessa temática então com certeza vou querer ler o livro em breve.
    Beijos
    Carol
    www.sobrevicioselivros.com

    ResponderExcluir
  35. Oi, tudo bem?
    Eu estou em uma longa preparação psicológica para ler esse livro, mas acho que vou acabar pulando para o filme mesmo, ainda mais por saber que livro é tão forte. Eu imagino o quanto deve ser angustiante e revoltante acompanhar tudo isso, e sabendo que é uma história real. O período de escravidão foi brutal, e não só aqui no Brasil. E ver que o preconceito racial é tal forte ainda hoje, depois do tanto que os negros sofreram ao longo da nossa história, é revoltante
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  36. Oi Le! Eu quero muito conferir a história, mas pela falta de tempo não lerei o livro, vou ficar apenas no filme e sua postagem foi excelente para me guiar nesta empreitada,
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  37. Quero muito ler o livro e assitir o filme também, eu sei que vou chorar hehe, mas a história é super emocionante.
    Beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
  38. De fato ainda não tive oportunidade nem de ler e nem de assistir o filme, mas pretendo pegar o livro primeiro. Parece ser uma história marcante e emocionante, tenho certeza que me agradará bastante.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  39. Oi Letícia, tudo bem? Eu ainda não li e nem vi o filme, mas adorei mesmo a sua resenha. Já queria e agora quero ainda mais ler e depois ver o filme. Fico só imaginando o quanto esse livro e filme vão me fazer chorar.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!