F

07 abril 2015

Resenha - Extraordinário

Título: Extraordinário
Autora: R. J. Palacio
Editora: Intrínseca
Páginas: 318
Ano: 2013
Skoob

Sinopse: O livro conta a história de Auggie, um menino que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial. Em um manifesto em favor da gentileza, ele enfrenta uma missão nada fácil quando começa a frequentar a escola pela primeira vez: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.





"Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo" - Auggie

Tanto tempo querendo ler este livro, até que me rendi a leitura de Extraordinário. Lançado pela Editora Intrínseca, ele conquistou de todas as maneiras mais uma leitora: eu.

August, como acho difícil alguém não saber, nasceu com uma doença com um nome tão difícil de pronunciar, quanto enfrentá-la. É claro, que encará-la é muito mais difícil. August, ou Auggie como também é chamado, nasceu com uma deformação facial, onde olhos, boca e nariz não estão nos lugares onde deveriam estar. Ele é apenas uma criança e já encara o mundo e todo os preconceitos que sua doença acarreta.

"Mamãe chegou um pouquinho para o lado e eu dei um passo a frente. Então aconteceu o que eu já tinha visto um milhão de vezes. Quando levantei o rosto, os olhos da Sra. Garcia se desviaram por um segundo. Foi tão rápido que ninguém mais notou." (p. 19)

Ao decorrer da história acompanhamos a luta diária de nosso personagem, para fingir agir naturalmente quando as pessoas se assustam ao vê-lo pela primeira vez, a manter-se firme diante de comentários maldosos, e se olhar no espelho todos os dias gostando de si mesmo, como um menino comum, que certamente é.


Fiquei chocada em boa parte do livro, pois o preconceito das pessoas é nojento, e além disso, para alguns, não basta apenas serem assim, precisam agir, jogar ofensas, humilhar o pobre Auggie. Impossível não lembrarmos de alguma situação cotidiana que já tenhamos vivido, ou simplesmente presenciado. Chocante mesmo, como algumas pessoas podem ser tão maldosas.

Porém, em meio a tudo que nos deixa inconformados, há reflexões maravilhosas que Auggie nos passa, e uma tremenda admiração por sua coragem. Adorei conhecer a família dele: seus pais, sua irmã Via e sua cadela Daisy. Não há dúvida que eles sempre foram o alicerce para que Auggie tenha otimismo e determinação para encarar o mundo. Seus amigos: Jack, Summer e Miranda, todos me conquistaram por completo! E outra coisa marcante são os preceitos do professor Browne, que marcava as aulas na escola de Auggie, uma vez por mês. 

"Mais do que aquilo que dizemos ou do que nossa aparência. As coisas que fazemos sobrevivem a nós. São como os monumentos que as pessoas erguem em honra dos heróis depois que eles morrem." (p. 51)

A narrativa foi muito prazerosa. Em primeira pessoa acompanhamos a narrativa de personagens diferentes e sua participação na vida de August. Assim, vemos o amadurecimento de cada um. O livro que li é uma versão econômica, por isso, não posso dizer sobre a edição normal, mas as páginas amareladas e a fonte em tamanho confortável, tornou a leitura agradável. A capa me agrada bastante e cabe perfeitamente no enredo da obra.

Extraordinário é tudo que um livro tem de mais gentil. Uma história comovente e que pode ser verdadeira, se assim você considerar. Um livro que fará você enxergar o mundo de outra forma, e dar valor as pequenas coisas, ou pelo menos tentar. Se você ainda não leu este livro, e não conheceu August, que é tão extraordinário quanto o nome do livro, está perdendo uma obra incrível e uma lição de vida.

Alguns preceitos do Sr. Browne:

"Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil." - Dr. Wayne W. Dyner

"Não tenha amigos que não estejam à sua altura"

"Apenas siga o dia e busque o sol!"


Comprar: Saraiva | Americanas | Submarino

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A autora

R.J. Palacio atua no mercado editorial norte-americano há mais de duas décadas, atualmente com dupla função: designer gráfica durante o dia e escritora à noite. Ela mora em Nova York com o marido, os dois filhos e dois cachorros. Este é seu primeiro livro. Para difundir a mensagem de Extraordinário, a autora iniciou uma campanha antibullying no site www.choosekind.tumblr.com, da qual milhares de crianças já participaram.

Siga o blog nas redes sociais:
 Facebook  |  Skoob  |  Twitter  | Youtube | Instagram



13 comentários:

  1. Esse é um dos livros mais simples e profundos que li!
    Realmente acho que todos deveriam ler...
    é impossível não se apaixonar por Auggie e ver a sinceridade de Via!
    Amei os quotes que você selecionou!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  2. Olá, Letícia.
    Extraordinário também entrou para os meus favoritos. A autora soube falar com inteligência e delicadeza sobre um tema tão difícil. E realmente é nojento o preconceito que algumas pessoas possuem.
    Esse livro é mais do que lindo. <3

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de abril. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  3. Estou com esse livro na estante já tem mais de ano e ainda não peguei ele para ler. Quero muito ler pois só li resenhas positivas dele até agora.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Letícia1
    O livro está entre os meus desejados também..
    Independente do tipo de deficiência que se tenha, enfrentar o preconceito é difícil, ainda mais para um garotinho que me pareceu a essência da pureza.
    O livro deve ser mesmo comovente.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Letícia, tudo bem?
    Li esse livro em PDF ano retrasado e gostei muito, é uma história extraordinária!
    Como você disse, é chocante o relato que a autora nos passa sobre o preconceito, seja ele diretamente ou indiretamente. A gente se sente na pele do August, e eu chorei algumas vezes imaginando a cena...
    Eu adoro a Via, e embora ela passando por alguns dramas devido a doença de August, ela se manteve firme e forte para o irmão.
    Quando eu for comprar a edição para colecionar, quero comprar aquele outro livro também de preceitos, parece ser muito bom.

    Letícia, um beijão e até mais!


    Juliano,
    www.diariodeumledor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Que resenha linda. Fique emocionada com o livro só lendo o que você escreveu. Com certeza vai direto para a minha lista de leituras. Quero fazer a leitura que deve ser tão extraordinária quanto o título.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Ouuun *__*
    Esse livro é muito amorzinho mesmo. Ele vai virar filme, espero que acertem na adaptação.
    Tudo que Motiva

    ResponderExcluir
  8. Há tempos que ouço falar desse livro, mas confesso, nunca ter tido a curiosidade de ler. Até agora.
    Que história mais incrível e motivadora.
    Vou correndo comprar o meu... haha *-*

    Parabéns pela linda resenha!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. A sua resenha ficou linda !
    Já li "Extraordinário" e achei o livro incrível , super recomendo para todo mundo :)

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Ai
    Viu? falei que ia amar
    Como já tinha falado antes, já li e amei u.u
    Quero ler mais livros assim.

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li "Extraordinário" mas depois de ler algumas resenhas fiquei curiosa e espero ter oportunidade de conhecer o livro, parece ser uma história linda.
    Beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Eu li esse livro e gostei muito, é infantil mas agrada adultos também, tenho o 365 dias extraordinários inclusive e recomendo!

    Daily of Books

    ResponderExcluir
  13. Já li este livro e ele está na minha lista de preferidos. Todo mundo deveria lê-lo! <3

    literarizei.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!