F

27 janeiro 2015

Resenha - Menina mulher

Título: Menina mulher
Autora: Elis Franco
Editora: Selo Jovem
Páginas: 277
Ano: 2014
(Parceria com a editora)

Sinopse: Vinda do interior para estudar medicina em New York, Lina agarrou com unhas e dentes a chance de realizar o seu sonho. Entretanto, nem por um minuto poderia imaginar o que aquela cidade reservava para ela. Acostumada com a sua pacata vida de faculdade e residência, e acompanhada do seu quase namorado, Phil, Lina jamais poderia imaginar que, de um dia para outro, sua vida mudaria tão dramaticamente. Sendo objeto de desejo de um psicopata, vivenciou uma situação de extremo perigo, se não fosse pela ajuda de um homem corajoso e lindíssimo nunca teria sobrevivido. Entretanto, não estava entre os seus planos se apaixonar pelo charmoso detetive Braian. Após conhecer Braian e se apaixonar por ele, Lina começou uma nova fase em sua vida. Enfim, as coisas pareciam melhorar para ela. Mas o que Braian não imaginava era que ela seria capaz de abrir mão da sua própria vida para protegê-lo. Ele se tornara a pessoa mais importante para ela, e por ele, seria capaz de tudo... até mesmo de sacrificar a sua própria vida.


Lina é uma jovem estudante de medicina, que realiza residência em um hospital de New York. Ela mantém um ''quase namoro'' com Phil, seu melhor amigo e colega de faculdade. Apesar dele amar muito Lina, ela não nutre o mesmo sentimento por ele, que nunca perde as esperanças de ser correspondido.

Um dia, voltando para casa, Lina é abordada por um homem, em um beco escuro. Totalmente indefesa, ele a machuca muito quando tenta violentá-la sexualmente. É quando Brian aparece em sua vida. Graças a ele, que mata o agressor, Lina escapa de sofrer abusos e também da morte.

Brian é um detetive de polícia, que logo se encanta pela jovem. Ela, por sua vez, também sente uma enorme atração por ele desde o início. Ambos tentam lutar por esse sentimento que nasceu tão rápido, Lina porque não queria magoar Phil, e o detetive porque era quinze anos mais velho que ela.

Mas fica cada vez mais impossível esconder o que um sente pelo outro. E eles se rendem aos próprios sentimentos. Porém, para ficarem juntos, terão que enfrentar alguns obstáculos, e um deles, é saber ceder, perder o orgulho e amadurecer o relacionamento.



'' Depois que ficou sabendo o nome dela '' Lina'', ele se encantou ainda mais por ela. Seu nome combinava perfeitamente, era doce e suave como a menina que o usava.'' (p. 27)

Apesar das páginas serem brancas, eu adorei a diagramação, que continha detalhes em cada início de capítulo. As letras e espaçamento estavam em tamanhos confortáveis. O que não pude deixar de notar, foi muitos erros de revisão.

A narrativa é feita em terceira pessoa, e gostei muito da escrita da autora. Ela tem uma maneira diferente de escrever, e em cada parágrafo usa inúmeras frases curtas. Mas fui me acostumando com isso ao longo da leitura, pois ela era clara e de fácil entendimento.

''- Eu não sei o que essa mulher tem, mas posso te garantir que seja lá o que for, me enfeitiçou completamente. E agora vendo ela aqui... assim... eu sou obrigado a confessar, que também não conseguiria viver sem ela.'' (p. 212)

O personagem que mais gostei foi o Phil, pois apesar de Lina não corresponder aos seus sentimentos, ele se manteve firme ao seu lado, a amparando em todos os problemas. E olha que não foram poucos! Para mim, ele teve destaque nesse livro, e tornou a história encantadora.

Lina e Brian foram imaturos em muitos momentos, mas isso foi necessário para o desenrolar da história, e torná-la mais emocionante. Lina poderia ser muito mais nova que ele, mas Brian tinha muito ainda que aprender.


A trama é recheada de romantismo, e os personagens e  acontecimentos vividos por eles, foram muito bem construídos. Só não dei cinco estrelas, pois achei algumas atitudes e demostrações de sentimentos dos personagens muito exagerados e dramáticos demais. Não pude deixar de pensar, que se parecia muito com uma novela mexicana (risos). Mas também percebi que a autora, com tudo isso, quis passar todo o amor que os personagens sentiam um pelo outro, e fez isso com muito romantismo, apesar de tudo.

No meio de um triângulo amoroso, você ficará torcendo para que Lina fique com a pessoa certa, e ficará muito em dúvida. Esse livro é para o leitor que gosta de um romance mais meloso e uma leitura mais leve. Acredito que vale a pena conferir essa obra nacional, cheia de romance!

Comprar: Selo Jovem

* Esse é o quinto livro lido na Maratona Literária #euTôDeFérias


Siga o blog nas redes sociais:
 Facebook  |  Skoob  |  Twitter  | Youtube | Instagram
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A autora

Elisangela Franco Cantalicio nasceu em 1973 em Rio Bonito/RJ - Brasil. Formada em administração, atualmente trabalha em um grande escritório de Advocacia. É uma autora brasileira que está lançando seu primeiro livro contemporâneo, com grandes planos para o segundo já quase terminado. Apaixonada por romances, tem preferência pelos romances históricos. É fã de muitos autores, entre eles seu preferido: Nora Roberts.

12 comentários:

  1. Oii.

    Que demais essa história. Não conhecia o livro mas já está na minha lista de 2015. Sou fã de romances do gênero adulto, e fiquei mesmo interessada no livro.

    Ps. Fiz a tag dos cachorrinhos, ficou demais.

    beijos

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jú..
      Que legal que você fez a tag..vou lá conferir.
      Que bom que se interessou pelo livro.

      Excluir
  2. Oiee

    Apesar de ser um romance meio com ares de novela mexicana as vezes é bom ler livros assim se tornam leve e cumprem seu papel de entreter.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Dressa..
      As vezes precisamos ler alguma história clichê, que faz bem.

      Excluir
  3. Amiga olha eu sinceramente amo um romance e já fiquei bastante interessada na história.
    Eu adorei a sua resenha. Espero que você ainda traga muitos livros maravilhosos para resenhar aqui.
    Tenho aguns da SELO JOVEM que iria passar pra vc ler, assim que puder eu te passo, mas antes eu vou aguardar vc resenhar os que estão com vc. Mas olha amei a sua resenha. Me deixou curiosa amiga =x
    Espero conseguir ainda ler ele =]

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma boa história Sil. Você que gosta de romances com certeza iria gostar.
      Tente ler ele, que vale a pena. Espero que leia e goste também.

      Excluir
  4. Olá Leticia!!!

    Eu estou aprendendo a gostar de livros românticos vamos dizer. Crepúsculo me traumatizou um pouco com a narrativa romântica exagerada, então entendo o que você quer dizer. E pq será que quando tem um casal meloso sempre aparece um Phil e a gente fica torcendo por ele não é mesmo?

    Te convido a conhecer meu blog:

    http://meninadeparis.com

    Beijos, fique com Deus

    Dayana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Crepúsculo eu não li, mas imagino por causa do filme..rs
      Eu não gosto quando é muito meloso, mas as vezes é bom.

      Excluir
  5. Oi Leticia!
    Tá aí um livro que eu não conhecia e fiquei SUPER com vontade de ler. Primeiro que eu adorei a capa e depois que a sinopse me atraiu e muito. Há muito tempo eu quero ler um romance, mas ainda não apareceu nenhum que me atraísse. Gostei da indicação.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou flor.
      É um livro muito romântico, e bom para quem gosta do gênero.
      Espero que possa ler.

      Excluir
  6. A capa e a diagramação desse livro estão lindas. Apesar da premissa parecer um pouco clichê, leria a obra, pois parece que ela foi bem desenvolvida.
    Excelente resenha.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de janeiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii..
      O livro é bom mesmo. A autora usou bastante romantismo.
      Espero que possam ler um dia.

      Excluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!