F

08 setembro 2014

Resenha - Beijos de Areia

Título: Beijos de Areia
Autora: Reyes Monforte
Editora: Planeta
Páginas: 413
Gênero: Ficção Espanhola/Romance 
Ano: 2014

Sinopse: Laia é uma jovem saariana que começou uma vida nova na Espanha - vai seguir uma carreira, planeja ir morar com seu namorado, Júlio. No entanto, sua felicidade é truncada pelo terrível peso das recordações - ninguém conhece o obscuro segredo que ela conseguiu deixar para trás nas tendas que formam o acampamento de Dajla. E agora, esse passado voltou para assombrá-la. Quando Laia desaparece, arrastada a terras africanas pelos fantasmas de seu passado, as duas histórias de amor ganham forçosamente um novo rumo. Laia e Júlio; Carlos e Maima. Uma dança entre personagens que se mesclam no presente e no passado, unidos por um destino em comum - um amor impossível. 




Beijos de areia é o segundo livro que leio da autora Reyes, que tem outro livro também publicado pela Editora Planeta. Quando vi este lançamento da editora, já fiquei doida por ele, pois já conhecia a narrativa da autora e também por gostar desse tipo de história.

O livro conta a história de Laia, que ainda criança chega a Espanha para passar as férias de verão, a Vacaciones en Paz (férias em paz) que uma ONG realiza para que crianças saiam um pouco do deserto do Saara, e possam receber também tratamentos médicos. Laia fica hospedada na casa de um casal, Leticia e Sandro, que a recebem com muito carinho. 

Os meses passam e chega o dia que Laia deve voltar para sua terra, e o desespero bate. Ela não quer voltar para os acampamentos de Dajla e confrontar-se novamente com aquela vida. Mas como ela apresenta algumas complicações de saúde, Leticia e Sandro conseguem em termos legais, deixá-la na Espanha, o que é claro não agrada nada a sua 'família' no deserto.

Os anos passam e Laia é criada na Espanha, por Leticia e Sandro. Ela conhece Júlio, a quem se apaixona e planeja um futuro ao seu lado. Neste país ela estabelece uma vida cheia de perspectivas e esperanças. Mas há uma sombra em seu passado, que apesar de achar que não existia mais, volta para aterrorizar os dias felizes de Laia.



" O passado escondia segredos que a relegavam a uma mudez maldita, uma afonia que a havia impedido de se abrir para o homem destinado a mudar sua vida (...) Mas certos segredos queimam, mantêm-se ativos no tempo até que incendeiam tudo ao redor e transformam sua vida em cinzas" (p. 11)


Laia esconde um segredo que a faz perder o sono e seu passado a faz retornar para o deserto e confrontar-se novamente com uma realidade que ela tentava esquecer. Tudo que ela havia vivido até então com seus pais espanhóis e seu grande amor Júlio, parecia agora apenas uma miragem no deserto, um sonho bom que ela nunca mais voltaria a ter.

Sua história de amor, acabará reunindo outras pessoas que também tiveram um passado nos acampamentos de Dajla, um lugar que parece ser esquecido para o resto do mundo. Carlos, o pai de Júlio, e Maima que aparecerá na terceira parte do livro, se reencontram.

Júlio descobre seu segredo, mas ao contrário do que ela pensava, ele não desistirá de procurá-la e tentar tirá-la de Dajla. Mas nada será fácil, uma vez que se fala da tradição de uma comunidade e diversos confrontos envolvidos. Agora Laia terá que sobreviver ao presente e se conformar se o seu futuro for o deserto. Não se tratava apenas do calor que castigava a pele e sua saúde, mas algo muito mais perto da podridão humana.



" O último comentário cumpriu sua função e Laia esboçou um enorme sorriso em seu rosto. Era o primeiro em muitos meses e sentiu que os músculos que participaram daquele pequeno milagre reclamaram. " (p. 226)

"- Quero dizer que a vida das pessoas mudam, e muitas vezes não se pode fazer nada para evitar. Hoje estamos aqui e amanhã no lugar mais afastado de nossos sonhos. " (p. 332)



A narrativa é feita em terceira pessoa e é de fácil entendimento. O livro traz um pouco de reflexão sobre a relação da Espanha e o povo saariano, e todo o passado histórico. E através da história comovente de Laia, podemos acompanhar  um pouco da vida no deserto. Há uma vida difícil e sofrida nos acampamentos de Dajla, ao sul da Argélia, mas também uma outra realidade mascarada, de ameças, escravidão e injustiças. A autora busca mostrar que apesar desse povo pedir tanta ajuda internacional, algumas famílias escondem uma tradição que é ilegal e cruel. 

A diagramação é simples e perfeita, com folhas amareladas e letras grandes. A capa e o título me agradou muito e expressa bem a história contada. Os capítulos são longos, mas com algumas pausas. O livro é dividido em três grandes partes. Achei alguns erros de digitação, mas muito poucos e nada que atrapalhasse a leitura.

Só não dei cinco estrelas, porque achei alguns trechos desnecessários. Alguns encontros entre os personagens e suas recordações sobre as histórias que aconteceram em Dajla, foram muito extensas, e acabou desgastando a leitura em vários momentos. Isso me incomodou bastante. Mas tirando isso, a história foi apaixonante e comovente.

Beijos de areia é um super lançamento de Editora Planeta e que merece ser lido. Eu amei a história de Laia e acompanhar sua luta pela liberdade. Quem gosta de histórias que retratam as culturas do Oriente e as opressões lá impostas, está convidado a ler este livro. Uma trama cercada de ameaças e crueldade, mas também convivências de amor e esperança. Você  se pergunta até que ponto uma tradição é aceitável. Este livro é uma aventura e tanto pelas dunas do Saara.

Comprar: Saraiva  ~ Americanas



Siga o blog nas redes sociais:
        Facebook  |  Skoob  |  Twitter  | Youtube | Instagram






12 comentários:

  1. Ler livros é uma delicia não é? Principalmente aqueles que nos levam por outras culturas. Pena que hoje em dia nem temos tempo pra ler a quantidade de livros que queremos. Lá no blog a gente ensina a fazer um super marca página pra facilitar a nossa vida.
    http://pequenascoisas14.blogspot.com.br/2014/09/diy-faca-voce-mesmo-marca-pagina-de.html

    Beijinhos,
    Bárbara Priscy
    Blog
    Fan Page
    Facebook
    Instagran

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro, mas fiquei morta de vontade de ler!
    Amei a resenha e os quotes selecionados!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito de livros que mostram outras culturas e o enredo de Beijos de areia me interessou. Parece ser comovente na medida certa, e você escreveu muito bem a resenha, fiquei curiosa. Vou colocá-lo na minha lista de leitura.

    Beijos

    www.sobreteusolhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Le! Não conhecia a autora mas vou dar uma pesquisada, já gostei de saber que é da Espanha, como estudante de Espanhol tudo que tem relação com a cultura de lá me agrada!
    Beijooos

    Blog Coisas da Juu

    ResponderExcluir
  5. Oi, Leh!

    Super novo para mim este livro e também a escritora, mas por sua resenha o livro deve ser ótimo. Vou procurar para ler e espero gostar muito dele.

    Beijos
    http://amorliterariooriginal.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bom?
    Não conhecia o livro, mas ele parece ser muito bom e o de ainda trazer uma cultura diferente, dá um toque a mais no livro.
    Adorei a resenha
    Construindo Estante

    ResponderExcluir
  7. Não sei se leria, Letícia. Gostei da sua resenha, mas o livro não me chamou tanto a atenção assim. Talvez até leia, mas não por agora.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro

    ResponderExcluir
  8. Oiee

    Adoro livros assim que contam como sofrem as pessoas do Oriente que ainda parece viver em séculos passados principalmente a mulher.

    Adorei a resenha e anotei a dica para ler o livro muito em breve.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia a autora, adorei saber sobre o livro e que você gosta da escrita dela.
    Vou procurar saber mais sobre e ler, quem sabe. *O*
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  10. Ei Leticia

    Legal, eu não conhecia o livro nem a autora, achei o enredo interessante.
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá,

    Não conhecia a autora, mas pela sua sinopse os livros dela são ótimos de ler. Laia é o sobrenome de minha família. Achei interessante uma pessoa com esse nome. Quero conhecer mais de Laia e quem sabe em breve num me rendo a leitura de Beijos de areia.

    Visite: Paradise Bookss

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. oi Letícia,
    não conhecia esse livro, mas parece ser bem legal. Uma história bonita e reflexiva. Fiquei curiosa sobre os tais segredos do passado da protagonista, rs.

    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!