F

27 abril 2014

Resenha - A cidade do sol


Título original: A Thousand Splendid Suns
Autor: Khaled Hosseini
Páginas: 368
Gênero: Romance 
Editora: Agir
Avaliação: 5/5

Onde comprar? Submarino | Americanas | Saraiva | Livraria Cultura

Sinopse: Mariam tem 33 anos. Sua mãe morreu quando ela tinha 15 anos e Jalil, o homem que deveria ser seu pai, a deu em casamento a Rashid, um sapateiro de 45 anos. Ela sempre soube que seu destino era servir seu marido e dar-lhe muitos filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos. Laila tem 14 anos. É filha de um professor que sempre lhe diz: "Você pode ser tudo o que quiser." Ela vai à escola todos os dias, é considerada uma das melhores alunas do colégio e sempre soube que seu destino era muito maior do que casar e ter filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos. Confrontadas pela história, o que parecia impossível acontece: Mariam e Laila se encontram, absolutamente sós. E a partir desse momento, embora a história continue a decidir os destinos, uma outra história começa a ser contada, aquela que ensina que todos nós fazemos parte do "todo humano", somos iguais na diferença, com nossos pensamentos, sentimentos e mistérios.




A história se inicia narrando a vida de Mariam, que vive em uma kolba escondida da cidade, com sua mãe Nana. Ela cresceu ouvindo a mãe maldizer seu pai Jalil, que ia visitá-la toda semana. Ela lhe contava que seu pai a havia trazido grávida para morar ali, onde ninguém pudesse apontar o seu erro. Contava que Jalil só lhe contava mentiras e que jamais pretendeu assumir Mariam como filha perante a sociedade, afinal ela era uma filha ilegitima que seu pai teve fora do casamento.
Mariam sabia que Jalil tinha três esposas e nove filhos, e que vivia em Herat com sua família, mas não acreditava no que a mãe dizia, afinal seu pai contava a ela inúmeras histórias, lhe trazia presentes e fazia várias promessas. Ela sonhava com o dia que moraria com seu pai e seus irmãos.
O que ela não imaginava é que o destino pode ser completamente diferente de nossos sonhos. Com a morte de sua mãe, Mariam se vê entregue pelo próprio pai, em casamento a Rashid, um homem muito mais velho que ela. Em uma reviravolta ela arrepende-se por nunca ter acreditado no que sua mãe Nana lhe dizia. Aos 15 anos, Mariam se casa com Rashid e vai morar em Cabul, e então conhece a indiferença e crueldade de um homem, que sua mãe tanto descrevia.


"... assim como uma bússola precisa apontar para o norte, assim também o dedo acusador de um homem sempre encontra uma mulher à sua frente. Sempre. Nunca se esqueça disso, Mariam." (p.12)


Na segunda parte do livro conhecemos a história de Laila, que teve uma infância e adolescência completamente diferente de Mariam. Mora com os pais, estuda, tem amigos e até alguma liberdade para andar na rua sozinha ou brincar com seu melhor amigo Tariq.
Nesta parte do livro, Khaled narra a guerra que o país está vivendo praticamente em detalhes. Uma guerra real que durou muitos anos e devastou Cabul, trazendo muitas mortes. 
Laila com seus 14 anos então descobrirá que não é só amizade que sente por Tariq. Mas é neste ano que ela conhecerá o lado mais violento, cruel e triste da guerra. O destino a levará ao casamento com Rashid, é então que a vida dela e de Mariam, que já tem 33 anos, finalmente se cruzam.


"Via-se agachada na borda do lagaan, com as mangas arregaçadas até o cotovelo e as mãos avermelhadas, torcendo uma das camisetas do marido. Então, sentia-se perdida, como o sobrevivente de um naufrágio que procura em vão por uma praia, mas só vê quilômetros e quilômetros de água. " (p.203)


Quando o destino de Mariam e Laila se cruzam a história fica cada vez mais envolvente. As sensações vividas por elas são quase palpáveis. O sofrimento, na maioria das vezes silencioso traz uma emoção diferente ao livro. A guerra que parece nunca ter fim, assim como as agressões de Rashid. Duas mulheres que se encontram perdidas e completamente sós.



Quanto a edição sempre achei a capa linda. As folhas são brancas, e a leitura não foi difícil. O livro é dividido em 4 partes, e ao todo 51 capítulos.
Já era fã de Khaled desde O caçador de Pipas, mas ele conseguiu me fazer se encantar ainda mais por sua narrativa, sem enrolações e que traz ao leitor informações sobre o cotidiano de um Afeganistão devastado pela guerra, e retrata as emoções humanas de duas mulheres, que embora no livro sejam fictícias, existem várias delas que sofrem caladas.
Sabe aquela sensação de que você não sabe por que não leu o livro antes? Pois é isso que estou sentindo. Com certeza, todos devem ler um dia A cidade do sol. Impossível não se apaixonar, Mariam e Laila sem dúvida são duas personagens inesquecíveis!!



Siga o blog nas redes sociais:
                                          Facebook  |  Skoob  |  Orelha de livro  |  Twitter  | Youtube






31 comentários:

  1. Oi Leticia, tudo bem?

    Esse livro é fantástico, né?
    Khaled escreveu uma história muito real, realmente sem enrolações e mostrando a realidade das personagens com uma narrativa nua e crua.

    Essas duas personagens são pra vida toda! <3
    Muito bom saber que você amo o livro tanto quanto eu.

    Beijos.
    Bruna,
    http://pausaparaoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom mesmo Bruna, ele escreveu a realidade nua crua. Tirou as palavras da minha boca.
      Obrigada pela visita linda.

      Excluir
  2. Esse é um dos melhores livros que já li. Certamente tem um enredo incrível.
    Seria bom se todos os livros fossem profundos como esse.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de Abril

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É com certeza muito profundo, fiquei dias pensando nele.

      Excluir
  3. Esse é um dos meus livros favoritos!
    Khaled escreve muito bem, mas ele se superou neste livro, principalmente por ser um autora masculino escrevendo do ponto de vista feminino em uma situação tão complicada!
    Personagens inesquecíveis mesmo <3

    http://julicronicas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa sem dúvida são inesquecíveis. Ele é demais eu amo muito ele.

      Excluir
  4. Dos livros do Khaled esse é meu favorito! (na verdade, de todos os livros que já li esse é um dos meus favoritos haha). Não sei se é porque foi o primeiro dele que eu li, mas sou apaixonada pela sua escrita e pela história em si. Bela resenha!
    Beijos,
    Renata.
    viciadas-em-livros.blogpsot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é realmente demais. Sou fã número um.
      Obrigada pela visita.

      Excluir
  5. Sou louca para ler esse livro
    pq amei o caçador de pipas!
    Beijos Jéssica R. Coelho BLOG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Caçador de pipas realmente foi demais.
      Virei fã dele desde este livro.
      Agora mais ainda.

      Excluir
  6. Estou muito ansiosa pra ler esse livro porque eu li O Silêncio das Montanhas, do mesmo autor, e eu AMEI, foi um livro que mexeu muito comigo. A escrita dele é maravilhosa.
    Beijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este é um livro que ainda não li, mas querooo muuuiito..rs

      Excluir
  7. Oi Le,
    Eu nunca li A Cidade do Sol, porém eu tenho um interesse imeeenso!!

    Já li O Caçador de Pipas do mesmo autor que me deixou absurdamente mexido com a estória. Esse autor tem o poder de fazer isso, de nos envolver com os personagens e fazer com que sintamos todas as emoções possíveis!

    Adorei sua resenha!!

    Abraço
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade é isso mesmo que ele faz. Ele mexe com nós. Não tem como as história dele são fantásticas.

      Excluir
  8. Já li muito sobre esse livro, fiquei curiosa pra ler. O autor, Khaled, é incrível em suas obras.

    Adorei a resenha!

    Beijos.

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Que linda a história! Fiquei muito curiosa para ler o livro, muito diferente da nossa cultura, mas tenho certeza que em maior ou menor grau, muitas mulheres que conhecemos vivem situações parecidas!
    Parabéns pela resenha!
    Adorei
    Beijos
    Isadora
    http://novoromance.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Isa..é um livro incrível, vale a pena ler.
      Beijos

      Excluir
  10. Nossa, tenho muita MUITA vontade de ler esse livro.

    Beijos,
    Blog | Youtube

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é demais, com certeza voce vai gostar.

      Excluir
  11. Sou apaixonada por esse livro,
    super me emocionei com a história e com a luta dessas mulheres...
    Já ouvi falar super bem de cidade do sol, tanto que quero muito ler.
    Inclusive ganhei ele recentemente, pretendo lê-lo logo logo

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é incrível Delmara, sem dúvida voce vai amar.
      Khaled é demais!!

      Excluir
  12. Nossa!! Esse livro do Khaled é demais! Eu o li em poucos dias, estou aguardando ler o novo lançamento dele! Ótimo blog!

    Tony
    http://dicassliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. oi, tudo bem?
    Esse livro parece ser lindo mesmo, e daqueles que grudam na mente e demoram a sair.
    Eu ainda não li nada do autor. Ia ler o Caçador de pipas, mas me contaram uma cena super forte que tem nele, e acabei desistindo na época, rs, Agora acho que já dou conta, rs

    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É nada Bru, é este todo o encanto de Caçador de Pipas. Esta cena vai desencadear uma série de acontecimentos que vai fazer voce se emocionar.

      Excluir
  14. Tenho muita vontade de ler, tenho dois do autor "O caçador de Pipas" e "O silêncio das montanhas", espero poder ler futuramente Cidade do Sol. Até mais. http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda não O silencio das montanhas, mas quero muito também.

      Excluir
  15. Oie Le tudo bem, quero muito ler seu livro e pela resenha da para ter uma base que ela será tão lindo quanto o caçador de pipas que li emprestado, inclusive estou bem pensando em já comprar esses dois, e claro reler o primeiro!
    bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah voce não irá se arrepender Dani, é bom demais.
      Lindo, lindo.

      Excluir
  16. Oi Leticia, como vai?
    Eu quero muito ler esse livro. Me tornei fã do autor com O Caçador de Pipas e O Silêncio das Montanhas. E assim como os outros, esse parece ser muito emocionante e inesquecível. Linda resenha!
    Beijos - Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao meu blog.
Sua opinião é muito importante, mas se lembre que respeito é bom e eu gosto!
Seguiu? Deixa o link que eu sigo de volta. E também retribuo os comentários.

Obrigada por vir até meu cantinho!