F

27 setembro 2016

Resenha | Uma canção de ninar

Título: Uma canção de ninar
Autora: Sarah Dessen
Editora: Seguinte
Gênero: Young Adult
Páginas: 352
Ano: 2016
Skoob

(Cortesia da editora)

Sinopse: Remy não acredita no amor. Sempre que um cara com quem está saindo se aproxima demais, ela se afasta, antes que fique sério ou ela se machuque. Tanta desilusão não é para menos: ela cresceu assistindo os fracassos dos relacionamentos de sua mãe, que já vai para o quinto casamento. Então como Dexter consegue fazer a garota quebrar esse padrão, se envolvendo pra valer? Ele é tudo que ela odeia: impulsivo, desajeitado e, o pior de tudo, membro de uma banda, como o pai de Remy — que abandonou a família antes do nascimento da filha, deixando para trás apenas uma música de sucesso sobre ela. Remy queria apenas viver um último namoro de verão antes de partir para a faculdade, mas parece estar começando a entender aquele sentimento irracional de que falam as canções de amor.

26 setembro 2016

Pedrazul Editora lança 2ª edição de "Lady Susan", de Jane Austen ♥


Não canso de elogiar essa editora por todo o cuidado que possuem com suas edições. Dessa vez a Pedrazul Editora vem com essa edição linda de Lady Susan, da consagrada autora Jane Austen. Mais um romance histórico para minha lista de desejados. Vamos conhecer?

23 setembro 2016

Resenha | Amor roxo

Resultado de imagem para resenha amor roxo


Título: Amor roxo
Autores: Rafael Vitti e Julia Oristanio
Editora: Seoman
Páginas: 120
Gênero: Poesias
Ano: 2016
Skoob

(Cortesia da editora)

Sinopse: Rafael Vitti, ator, poeta, músico e 'arteiro' (como ele mesmo se define), autor do best-seller de poesias “Quer se ver no meu olho?”, está de volta em Amor Roxo. Agora ele encontrou o amor, ou melhor, Julia Oristanio, sua namorada, musa inspiradora e parceira neste segundo livro. Uma história de amor em poesia ou uma poesia que é uma história de amor, escrita a quatro mãos, onde cada um dos autores conta em poemas sua visão do 'antes' e do 'durante' de um relacionamento. Coração aberto, intimidades reveladas, estas poesias vão arrancar suspiros das fãs mais apaixonadas.

22 setembro 2016

[SORTEIO] Coleção Sereia de vidro


Oi, galera!

Quem acompanha o blog lembra da Coleção Sereia de vidro que resenhei aqui. Foram resenhados até o momento os três primeiros volumes: Sereia de vidro; Os crimes do Dançarino da Sé e Mistério na Festa da Padroeira. E são esses três livros que digam-se de passagem, valem muito a pena, que o autor Marcelo Antinori disponibilizou para vocês. Não deixem de participar.

20 setembro 2016

Resenha | O romance inacabado de Sofia Stern

Título: O romance inacabado de Sofia Stern
Autor: Ronaldo Wrobel
Editora: Record
Gênero: Romance/Thriller
Páginas: 256
Ano: 2016
Skoob

(Cortesia da editora)

Sinopse: Autor de Traduzindo Hannah, livro finalista do Prêmio São Paulo de Literatura de 2010, Ronaldo Wrobel constrói um thriller instigante neste novo romance. Na trama, o protagonista Ronaldo vive com a avó, Sofia Stern, em Copacabana. Ela é uma refugiada da guerra: nasceu na Alemanha em 1919 e veio para o Brasil às vésperas da Segunda Guerra Mundial. Quando Ronaldo encontra um diário da avó perdido no apartamento, percebe que as histórias de sua juventude revelam paixões, traições e conflitos. Ele decide trazer os fatos à tona e embarca numa viagem para preencher as lacunas do relato.

15 setembro 2016

Resenha | O Diário internacional de Babi

Título: O Diário Internacional de Babi
Autora: Chris Salles
Editora: Outro Planeta
Gênero: Young Adult
Páginas: 298
Ano: 2016
Skoob

(Cortesia da editora)

Sinopse: Mudar nunca foi a palavra preferida de Bárbara. Porém, depois da separação dos pais, a garota de quase 15 anos se vê obrigada a migrar com a mãe e os irmãos para Orlando, a cidade americana onde os sonhos ganham vida. E descobre que a fronteira entre o real e o ilusório pode ser mais difícil do que parece. “Como a terra do Mickey, o livro de Chris Salles é cheio de magia, pois nos transporta instantaneamente para a vida da Babi, a protagonista. Com o diário dela nas mãos, nos sentimos íntimos, como se ela fosse uma amiga querida que nos escolheu como confidentes. Através de suas experiências, ela nos mostra que a primeira imagem de uma pessoa pode enganar, que devemos ser mais receptivos, que processos de adaptação podem ser complicados, mas não duram para sempre. Acima de tudo, Babi nos ensina que a vida real também tem seus momentos de contos de fada. Basta a gente permitir que eles aconteçam. E, especialmente, nunca deixar de sonhar.” PAULA PIMENTA.

13 setembro 2016

Resenha | O vento da noite

Título: O vento da noite (edição bilíngue)
Autora: Emily Brontë
Tradução: Lúcio Cardoso
Editora: Civilização Brasileira
Páginas: 154
Gênero: Poemas
Publicação original: 1944
Ano: 2016
Skoob

(Cortesia da editora)

Sinopse: Único livro no país que reúne exclusivamente a poesia de Emily Brontë, autora de O morro dos ventos uivante, este volume traz 33 poemas da escritora inglesa. Publicado no Brasil originalmente em 1944, como parte da primorosa Coleção Rubáiyát, da editora José Olympio, “O Vento da Noite”, traduzido por Lúcio Cardoso, retorna em edição bilíngue pela Civilização Brasileira. É uma bela oportunidade de reviver o encontro entre dois grandes nomes na literatura e de observar as especificidades que permeiam os processos de criação do autor e do tradutor – uma relação marcada pela sensibilidade, intimidade, escuta e delicadeza. A edição é organizada e apresentada por Ésio Macedo Ribeiro, organizador dos Diários, de Lúcio Cardoso. A prestigiada tradutora Denise Bottman assina o texto de orelha.